Página 1 dos resultados de 301 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

‣ Alteração da concentração de glicogênio durante o dia em glândulas submandibulares e parótidas de ratos; Variation of glycogen concentration in parotid and submandibular gland of rats during the day

Matos, Jonas Alencar de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/11/2009 Português
Relevância na Pesquisa
49.37725%
As glândulas salivares são glândulas exócrinas que vertem seus produtos para cavidade oral. As principais glândulas são as parótidas, sublinguais e submandibulares sendo elas as responsáveis pela contribuição do maior volume de saliva durante o processo de secreção que, assim como todas as atividades que nosso corpo exerce, também dependem de energia. A secreção salivar consome glicose e mobiliza o glicogênio para adquirir energia, e este processo pode sofrer influencia de alguns fatores dentre eles o estado diabético e o ritmo circadiano. O diabetes altera todo o metabolismo de carboidratos e diminui o fluxo salivar. Já o ritmo circadiano promove uma alteração fisiológica no fluxo e composição da saliva de acordo com o horário do dia. Desta forma o objetivo deste trabalho foi em um primeiro momento observar o comportamento da concentração de glicogênio em glândulas parótidas e submandibulares de ratos com diferentes idades e condições alimentares em um determinado período do dia. Em um segundo momento observar as alterações que ocorrem na concentração de glicogênio em ratos diabéticos durante o dia. Na primeira fase do estudo foram utilizados ratos saudáveis com 21, 30 e 60 dias de vida, divididos em grupos alimentado e alimentados com restrição. No grupo com restrição de alimento os animais ficaram restritos a alimentação noturna (19 7 horas) desde 2 dias antes do sacrifício. Na segunda fase do estudo...

‣ Diagnóstico dos transtornos do sono relacionados ao ritmo circadiano; Diagnosis of circadian rhythm sleep disorders

Martinez, Denis; Lenz, Maria do Carmo Sfreddo; Menna-Barreto, Luiz Silveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
69.52316%
Queixas de insônia e sonolência excessiva são comuns na investigação dos distúrbios respiratórios do sono; os transtornos do sono relacionados ao ritmo circadiano talvez sejam as causas mais freqüentemente esquecidas no diagnóstico diferencial destes sintomas. Estes transtornos se manifestam por desalinhamento entre o período do sono e o ambiente físico e social de 24 h. Os dois transtornos do sono relacionados ao ritmo circadiano mais prevalentes são o de fase atrasada (comum em adolescentes) e avançada do sono (comum em idosos), situações nas quais o período de sono se desloca para mais tarde e mais cedo, respectivamente. As possíveis confusões com insônia e sonolência excessiva tornam importante ter sempre em mente estes transtornos. Entretanto, há nove possíveis diagnósticos, e todos são de interesse clínico. Como a luz é o principal sinal para sincronizar os relógios biológicos, pessoas cegas e trabalhadores em turnos e noturno são os mais propensos a desenvolver transtornos do sono relacionados ao ritmo circadiano. Neste artigo, revisa-se a nova classificação internacional dos transtornos do sono relacionados ao ritmo circadiano.; Insomnia and excessive sleepiness are common in the investigation of sleep-disordered breathing. Circadian rhythm sleep disorders are perhaps the most often overlooked conditions in the differential diagnosis of these symptoms. Circadian rhythm sleep disorders manifest as misalignment between the sleep period and the physical/social 24-h environmental cycle. The two most prevalent circadian rhythm sleep disorders are delayed sleep phase (common in adolescents) and advanced sleep phase (common in the elderly)...

‣ A relação entre ritmo circadiano/rendimento escolar/turno escolar de estudantes de escolas públicas do Município de Farroupilha/RS

Nobile, Marcia Finimundi
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
69.003926%
Dentro de cada ser há um “relógio” interno que regula os ciclos diários da alimentação, sono, vigília, e até mesmo humor. É assim que ocorre: quando sentimos fome devemos comer e quando sentimos sono devemos dormir. As atividades diárias, a imposição de um horário, seja de trabalho ou escolar, afetam de maneira distinta cada pessoa, sendo que para algumas estas determinações atendem em “cheio” a suas preferências e para outras exigem um enorme esforço; muitas vezes, essa adaptação é impossível. Assim sendo, há horas do dia em que cada aluno está mais disposto a fazer determinadas tarefas, como as escolares entre outras. Neste contexto, identificaram-se os grupos de alunos quanto à alocação do ciclo vigília/sono: estudo de suas características e de suas relações com o processo de ensino aprendizagem, validando a Escala Matutino/Vespertino (que resultou no primeiro artigo citado nessa tese). Validada a Escala, o principal objetivo desta tese é relacionar os grupos de alunos de ambos os cronotipos (matutino/vespertino) com o turno escolar e o rendimento escolar, assim como algumas atividades que gosta de realizar fora da sala de aula, com alunos de uma escola pública de Ensino Médio e com alunos de cinco escolas públicas de Ensino Fundamental do Município de Farroupilha/RS. Observando que os resultados apresentados do Ensino Médio e Fundamental não foram os mesmos...

‣ Análise do cortisol salivar como indicador do estresse e a relação com a qualidade do sono em enfermeiros; Analysis of salivary cortisol as indicator of stress and the relation with the sleep quality in nurses

Maria Cecília Pires da Rocha
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
49.439355%
O presente estudo baseou-se nos conhecimentos da fisiologia para entender como o estresse pode interferir no ritmo circadiano e na qualidade de sono do enfermeiro. A presença do hormônio cortisol em concentrações elevadas pode ser um dos indicadores de estresse e qualidade de sono ruim. Objetivo: avaliar a concentração salivar de cortisol, como índice fisiológico indicativo do grau de estresse, relacionando-o com o resultado da avaliação psicológica do estresse e verificar a presença do ritmo circadiano na análise da concentração de cortisol salivar. Método: este estudo foi quantitativo, transversal e comparativo, realizado numa instituição hospitalar governamental da cidade de Campinas, São Paulo, Brasil. Utilizamos para a coleta de dados; uma ficha de identificação; o Inventário de Estresse em Enfermeiros (IEE); o Questionário Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh Brasil (PSQI-BR); o Questionário para identificação de indivíduos matutinos e vespertinos adaptado de Horne e Östeberg (1976) para o Brasil por Benedito-Silva et al. (1990) e a dosagem do cortisol salivar. Participaram 57 enfermeiros dos turnos da manhã, tarde e noite. As coletas de saliva foram efetuadas pelo próprio trabalhador, em quatro horários e sempre antes das refeições: das 6h00 às 7h00 min; das 12h00 às 13h00 min...

‣ Ritmo circadiano no plexo coroideu: influência das hormonas sexuais

Sousa, Cláudia Marisa Fernandes
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
69.849355%
Os ritmos circadianos são controlados por um relógio central, o núcleo supraquiasmático (SCN) do hipotálamo. A nível molecular, o sistema circadiano é composto por circuitos de feedback de transcrição e tradução que envolvem vários genes da via do ritmo circadiano. Os ritmos circadianos são observáveis numa variedade de tecidos periféricos em todo o corpo. Estudos em animais sugerem que o ciclo circadiano é modulado pelas hormonas sexuais, sobretudo pelos esteroides ováricos em fêmeas. Estes efeitos hormonais na ritmicidade circadiana são conhecidos, no entanto, o que falta é a compreensão clara de como o SCN integra essas influências hormonais. Um estudo de microarrays de cDNA, realizado anteriormente pelo nosso grupo de investigação, mostrou que os genes do ritmo circadiano são expressos no plexo coroideu (CP) de rato. Neste trabalho, confirmou-se a presença de alguns genes da via do ritmo circadiano, particularmente BMAL1, CLOCK, Cry 1, Cry 2, Per 1, Per 2 e Per 3 no CP de rato. A expressão dos genes do ritmo circadiano no CP de ratos fêmeas e machos foi analisada por PCR em tempo real. No CP, a expressão rítmica do BMAL1 nos machos, Cry2 nas fêmeas, CLOCK e Per1 nos machos e fêmeas foi considerada não significativa. Pelo contrário...

‣ Ritmo circadiano e doença vascular encefálica: um estudo de correlação com fatores de risco

Oliveira,Helio Araújo; Moreira,Álvaro José Porto; Oliveira,Arthur Maynart Pereira
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2004 Português
Relevância na Pesquisa
68.87699%
Os mecanismos biológicos humanos exibem variabilidade clínica previsível no tempo, o que tem permitido reavaliação das práticas médicas atuais, do estudo mais aprofundado do ritmo circadiano (RC) e dos mecanismos que geram as oscilações sustentadas em todos os níveis biológicos. Fizemos um estudo procurando relacionar o RC e o momento do aparecimento do quadro clínico neurológico decorrente da lesão vascular do encéfalo com os fatores de risco modificáveis identificados no momento da internação. Foram estudados 53 pacientes, sendo 50,94% (n =27) do sexo feminino e 49,50%(n =26) do masculino, com média de idade de 66,4 anos. Quatro intervalos de 6 horas (0-6; 6-12; 12-18; 18-24) foram usados para análise da freqüência do ictus e da incidência em cada intervalo. Os resultados mostraram 6 (11,32%) pacientes no intervalo 0-6 hs; 21 (39,62%) no intervalo 6-12 hs; 10 (18,86%) no intervalo 12-18 hs; 16 (30,18%) no intervalo 18-24 hs. Estudo de correlação com os fatores de risco, baseado nos dados clínicos no momento da internação, mostrou que a hipertensão arterial [(81,25%)] e o tabagismo[ (56,25%)] predominaram no intervalo 18-24 hs, enquanto o sedentarismo[11; (52,38%)] o estresse[11 (52,38%)] o diabetes [(47...

‣ Transtornos alimentares e padrão circadiano alimentar: uma revisão

Bernardi,Fabiana; Harb,Ana Beatriz Cauduro; Levandovski,Rosa Maria; Hidalgo,Maria Paz Loayza
Fonte: Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul Publicador: Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
59.048296%
Este artigo tem como objetivo revisar aspectos relacionados a transtornos alimentares e suas relações com as alterações no ritmo circadiano. Realizou-se uma busca sistematizada das informações nas bases de dados PubMed usando os seguintes descritores: eating disorders, circadian rhythm, night eating syndrome, binge eating disorder e sleep patterns. Os transtornos alimentares, como a síndrome do comer noturno e o transtorno da compulsão alimentar periódica, têm sido considerados e relacionados a um atraso no ritmo circadiano da ingestão alimentar e saciedade prejudicada. Os ritmos circadianos são aqueles que apresentam um período de 24 h, como, por exemplo, o ciclo sono-vigília, temperatura corporal, atividade e comportamento alimentar. Distúrbios provocados pelas alterações nos horários de sono/vigília influenciam o apetite, a saciedade e, consequentemente, a ingestão alimentar, o que parece favorecer o aumento desses transtornos. Percebe-se que o comportamento alimentar pode ser influenciado por ritmos circadianos. Porém, mais estudos e o maior conhecimento sobre a ritmicidade alimentar podem contribuir com o melhor entendimento do comportamento alimentar atual, atuando na prevenção e/ou tratamento de transtornos alimentares.

‣ Validação da escala de ritmo circadiano - ciclo vigília/sono para adolescentes

Finimundi,Márcia; Barin,Isabella; Bandeira,Denise; Souza,Diogo Onofre
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
68.87699%
OBJETIVO: Validar a Escala Puberty and Phase Preference, de Carskadon, Vieira e Acebo (1993), traduzida para a língua portuguesa, que investiga os horários de acordar e dormir de adolescentes e seus sentimentos com relação a estes, denominando-os matutinos ou vespertinos. MÉTODOS: Participaram do estudo 144 alunos do ensino fundamental, 86 meninos e 58 meninas, com média de idade de 13,2±1,6 anos. A validade de constructo foi por critério preditivo. A escala de ritmo circadiano foi aplicada na sala de aula; após um mês de tal aplicação, os alunos foram solicitados a responder por sete dias consecutivos outro questionário. Este perguntava, referente ao dia anterior, o horário em que foi dormir e, referente ao próprio dia, o momento em que despertou. Para avaliar as evidências de validade de critério foram comparadas as médias por análise de variância one-way e teste post-hoc da diferença mínima significativa. RESULTADOS: As propriedades psicométricas da escala mostraram-se satisfatórias. A análise de consistência interna pelo alfa de Cronbach foi de 0,791. CONCLUSÕES: Os resultados indicaram fidedignidade e validade nas preferências de alocação do ciclo vigília e sono. Os índices foram significativos e direcionados aos horários esperados...

‣ Ritmo circadiano em óbitos hospitalares: comparação entre unidade de tratamento intensivo e unidade de tratamento não intensivo

Rocha,Antônio Sérgio Cordeiro da; Araújo,Mônica Peres de; Campos,Augusta; Costa Filho,Rubens; Mesquita,Evandro Tinoco; Santos,Marcus Vinicius
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 Português
Relevância na Pesquisa
69.29127%
OBJETIVO: A demonstração de que a mortalidade cardiovascular segue um ritmo circadiano fez com que fosse verificado se pacientes que falecem em unidade de tratamento intensivo (UTI) e unidade clínica (UC) obedecem a este ritmo. MÉTODOS: Foram analisados todos os óbitos hospitalares ocorridos entre 1º de janeiro de 2006 e 31 de julho de 2010. O padrão circadiano dos óbitos foi analisado dividindo-se as 24 horas do dia em períodos de 2 horas. Utilizou-se o teste do qui-quadrado para comparação de variáveis categóricas e o teste t de Student ou a análise da variância fator único para comparação de variáveis contínuas. Um valor de p < 0,05 foi considerado estatisticamente significante. RESULTADOS: No período estudado, foram registrados 700 óbitos, 211 (30,1%) na UTI e 88 (12,6%) na UC. Houve mais óbitos nas primeiras horas do dia, entre 6 e 12 h, na UC, em comparação à UTI (38% vs. 21%; p = 0,004). Na UTI, 21% dos óbitos ocorreram entre 6 e 12 h, 30% entre 12 e 18 h, 26% entre 18 e 24 h e 24% entre 24 e 6 h (p = 0,13). Enquanto, na UC, 38% ocorreram entre 6 e 12 h, 18% entre 12 e 18h, 19% entre 18 e 24 h e 25% entre 24 e 6 h (p = 0,005). CONCLUSÃO: Na UC, os óbitos ocorrem com maior frequência no período da manhã e seguem um padrão circadiano...

‣ Diagnóstico dos transtornos do sono relacionados ao ritmo circadiano

Martinez,Denis; Lenz,Maria do Carmo Sfreddo; Menna-Barreto,Luiz
Fonte: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
69.52316%
Queixas de insônia e sonolência excessiva são comuns na investigação dos distúrbios respiratórios do sono; os transtornos do sono relacionados ao ritmo circadiano talvez sejam as causas mais freqüentemente esquecidas no diagnóstico diferencial destes sintomas. Estes transtornos se manifestam por desalinhamento entre o período do sono e o ambiente físico e social de 24 h. Os dois transtornos do sono relacionados ao ritmo circadiano mais prevalentes são o de fase atrasada (comum em adolescentes) e avançada do sono (comum em idosos), situações nas quais o período de sono se desloca para mais tarde e mais cedo, respectivamente. As possíveis confusões com insônia e sonolência excessiva tornam importante ter sempre em mente estes transtornos. Entretanto, há nove possíveis diagnósticos, e todos são de interesse clínico. Como a luz é o principal sinal para sincronizar os relógios biológicos, pessoas cegas e trabalhadores em turnos e noturno são os mais propensos a desenvolver transtornos do sono relacionados ao ritmo circadiano. Neste artigo, revisa-se a nova classificação internacional dos transtornos do sono relacionados ao ritmo circadiano.

‣ Ritmo biológico da temperatura corporal em preguiças (Bradypus variegatus)

Santos Tito de Oliveira, Helane; José Eduardo das Dores Peres da Costa, Carlos (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
58.72556%
As preguiças são mamíferos heterotérmicos que apresentam a Temperatura Corporal (TC) média em torno de 33°C e respostas comportamentais, possivelmente, relacionadas ao ciclo Claro-Escuro (CE) e a temperatura ambiente. Estudos não são conclusivos quanto à ritmicidade biológica da TC durante 24h. O objetivo desse trabalho foi caracterizar o ritmo biológico da TC em preguiças Bradypus variegatus submetidas a diferentes condições de iluminação. Um sensor de temperatura iButton® DS1921G F5, com freqüência de amostragem de 30min, foi implantado, subcutaneamente na parede abdominal de 7 preguiças adultas, 6 machos e uma fêmea (3,63±0,55Kg). Paralelo ao registro da TC, foi realizada coleta, a cada 30min, dos comportamentos motivacionais, de atividade e de repouso. Os animais foram mantidos numa sala de experimentação, com isolamento térmico (24oC), acústico e iluminação artificial, que a submetia a um protocolo de 15 dias sob: ciclo CE (12:12h, luzes acesas às 06:00h), Claro-Constante (CC) e Escuro-Constante (EE), 5 dias em cada condição. Os parâmetros ritmométricos foram determinados pelo método COSINOR (p<0,05) e o período, pelo Periodograma de Sokolove-Bushell. A TC de Bradypus variegatus mostrou ritmicidade circadiana...

‣ Alteração da Disponibilidade de Alimento de Ratos WISTAR Segundo a Fase do Ritmo Circadiano: Um Estudo das Repercurssões Comportamental, Fisológica e Bioquímica Sanguínea

Rocha, Lanni Sarmento da; Nascimento, Elizabeth (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
58.873647%
Tem-se conjecturado que a alteração do ritmo alimentar repercute em parâmetros metabólicos e antropométricos do organismo. O objetivo do presente estudo foi analisar a influência da alteração da disponibilidade de ração, de acordo com as fases clara e escura do ciclo de 24 horas, em ratos machos adultos jovens, sobre parâmetros fisiológicos e metabólicos. Foram utilizados 40 ratos da linhagem Wistar da UFPE. Os animais permaneceram em pares até os 90 dias de vida com dieta PURINA. Aos 90 dias, 20 animais receberam 80% da ração durante a fase clara e 20% da ração na fase escura (GRAA) e 20 animais receberam ração ad libitum sem alteração na quantidade por cada fase (GC). Esses grupos permaneceram nesse esquema até os 150 dias de vida. Antes e após a alteração do ritmo alimentar, foram avaliados: peso corporal, curva glicêmica de 24 horas, tolerância oral à glicose (TTOG), ritmo de consumo alimentar, bioquímica sanguínea e teste de preferência alimentar. Após o sacrifício: peso corporal, gordura hepática e visceral. Os resultados indicam que o modelo de alteração da disponibilidade de alimento utilizada nesse estudo não afetou o peso corporal e as frações lipídicas sanguíneas dos animais, mas influenciou o ritmo alimentar dos animais...

‣ Ritmo circadiano de atividade motora e distribuição diária dos comportamentos afiliativos ao longo da fase juvenil em saguis (callithrix jacchus)

Melo, Paula Rocha de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
69.683076%
The temporal allocation of the active phase in relation to light and dark cycle (LD) changes during puberty in humans, degus, rats and rhesus. In marmosets, the animal model used in several biomedical researches, there is evidence of a delay at the beginning of the active phase and an increase in total daily activity after onset of puberty. However, as this aspect was evaluated in animals maintained in natural environmental conditions, it was not possible to distinguish between the effects of puberty and of seasonality. Furthermore, as motor activity is the result of different behaviors in this species, it is also important to characterize the diurnal distribution of other behaviors in juvenile stage. With the aim of characterizing the circadian rhythm of motor activity and the diurnal profile of affiliative behavior in marmosets, the motor activity of 5 dyads juveniles between 4 and 12 months of age and their parents was recorded continuously for actímetro. The families were maintained under artificial LD 12:12 h, constant temperature and humidity. The duration of grooming behavior, proximity and social play among juveniles was recorded 2 times a week in sessions of 15 minutes each hour of the active phase. Afetr onset of puberty in juvenile...

‣ Efeitos de vocalizações de co-específicos e do escuro sobre o ritmo circadiano da atividade motora em sagüis (Callithrix jacchus)

Silva, Crhistiane Andressa da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
69.164336%
The principal zeitgeber for most of species is the light-dark photocycle (LD), though other environment factors as food availability, temperature and social cues may act. Daily adjustment of the circadian pacemaker may result from integration of environmental photic and non-photic cues with homeostatic cues. Characterization of non-photic effects on circadian timing system in diurnal mammals is scarce in relation to nocturnal, especially for ecologically significant cues. Thus, we analyzed the effect of conspecific vocalizations and darkness on circadian activity rhythm (CAR) in the diurnal primate Callithirx jacchus. With this objective 7 male adults were isolated in a room with controlled illumination, temperature (26,8 ± 0,2°C) and humidity (81,6 ± 3,6%), and partial acoustic isolation. Initially they were under LD 12:12 (~300:2 lux), and subsequently under constant illumination (~2 lux). Two pulses of conspecific vocalizations were applied in total darkness, separated by 22 days, at 7:30 h (external time) during 1 h. They induced phase delays at circadian times (CTs) 1 and 10 and predominantly phase advances at CTs 9 and 15. After that, two dark pulses were applied, separated by 14 days, during 1 h at 7:30 h (external time). These pulses induced phase delays at CTs 2...

‣ Influência da auto seleção à luz no ritmo circadiano de atividade motora em Callithrix Jacchus; The influence of self-selection of light on motor activity circadian rhythm in Callithrix jacchus

Gonçalves, Fabiana Barbosa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
49.37725%
Marmosets, Callithrix jacchus, are strictly diurnal animals. The motor activity rhythmicity is generated by the circadian timing system and is modulated by environmental factors, mainly by photic stimuli that compose the light-dark cycle. Photic stimuli can reset the biological oscilators changing activity motor pattern, by a mechanism called entrainment. Otherwise, light can act directly on expressed rhythm, without act on the biological oscillators, promoting the masking. Thus, photic stimuli can synchronize the circadian activity rhythm (CAR) by two distinct mechanisms, acting isolated or at a combined way. Among the elements that can influence photic synchronization, the duration and time of photic exposure is pointed out. If in the natural environment the marmoset can choose places of different intensity illumination and is synchronized to light-dark cycle (LD), how the photic synchronization mechanism can be evaluated in laboratory by light self-selection? With objective to response this question, four adult male marmosets were studied at two conditions: with and without sleeping box. The animals were submitted to a LD cycle (12:12/ 350:2 lx) and constant light (LL: 350 lx) conditions in individual cages with an opaque sleeping box...

‣ Ritmo circadiano no plexo coroideu: influência das hormonas sexuais

Sousa, Cláudia Marisa Fernandes
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
69.849355%
Os ritmos circadianos são controlados por um relógio central, o núcleo supraquiasmático (SCN) do hipotálamo. A nível molecular, o sistema circadiano é composto por circuitos de feedback de transcrição e tradução que envolvem vários genes da via do ritmo circadiano. Os ritmos circadianos são observáveis numa variedade de tecidos periféricos em todo o corpo. Estudos em animais sugerem que o ciclo circadiano é modulado pelas hormonas sexuais, sobretudo pelos esteroides ováricos em fêmeas. Estes efeitos hormonais na ritmicidade circadiana são conhecidos, no entanto, o que falta é a compreensão clara de como o SCN integra essas influências hormonais. Um estudo de microarrays de cDNA, realizado anteriormente pelo nosso grupo de investigação, mostrou que os genes do ritmo circadiano são expressos no plexo coroideu (CP) de rato. Neste trabalho, confirmou-se a presença de alguns genes da via do ritmo circadiano, particularmente BMAL1, CLOCK, Cry 1, Cry 2, Per 1, Per 2 e Per 3 no CP de rato. A expressão dos genes do ritmo circadiano no CP de ratos fêmeas e machos foi analisada por PCR em tempo real. No CP, a expressão rítmica do BMAL1 nos machos, Cry2 nas fêmeas, CLOCK e Per1 nos machos e fêmeas foi considerada não significativa. Pelo contrário...

‣ Influencia de la alimentación sobre el ritmo circadiano de las enzimas digestivas en juveniles de engorde de la langosta de agua dulce Cherax quadricarinatus (Parastacidae).; Influence of feeding on the circadian rhythm of digestive enzymes in cultivated juveniles of the freshwater crayfish Cherax quadricarinatus (Parastacidae)

Sacristán, Hernán Javier; Franco-Tadic, Luis M.; Lopez, Laura Susana
Fonte: Univ Catolica de Valparaiso Publicador: Univ Catolica de Valparaiso
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:ar-repo/semantics/artículo; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
69.048296%
Se analiza en juveniles en etapa de engorde (7 g) de Cherax quadricarinatus, el ritmo circadiano de los niveles de proteínas totales, la actividad de las proteasas, lipasas y amilasas, y su posible modificación en función del momento de alimentación matutino (8 h) y vespertino (17 h). En general, la actividad de las enzimas digestivas de los juveniles de C. quadricarinatus no mostró un patrón circadiano de secreción, a excepción de las lipasas, donde se observó un incremento de actividad hacia la tarde-noche y disminución hacia las primeras horas de la mañana. Los niveles de proteína total, la actividad de proteinasas y amilasas registradas en la glándula digestiva, permanecieron prácticamente inalterados en todos los experimentos. A pesar de ello, se observó tendencia a que los niveles de actividad de proteinasas disminuyan luego del pulso de alimentación, recuperando los niveles anteriores 3 h después, independientemente del horario de alimentación. En cambio la actividad de amilasa no mostró ninguna tendencia por efecto del horario de alimentación. El estudio de los patrones de secreción de las enzimas digestivas y sus posibles modificaciones, podría ser utilizado como una herramienta para establecer los momentos del día más propicios para la alimentación de los juveniles en cultivo.; ABSTRACT. We analyze in juvenile Cherax quadricarinatus fattening stage...

‣ Enfermedad laboral relacionada a trastornos del sueño por alteración del ritmo circadiano (tsrc). a propósito de un caso

Bermúdez,Jorge
Fonte: Medicina Legal de Costa Rica Publicador: Medicina Legal de Costa Rica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 Português
Relevância na Pesquisa
69.439355%
Introducción: Los ritmos biológicos se ajustan a ciclos ambientales como la luz y la oscuridad, la mayoría de estos ritmos se mantienen con un caracter circadiano. El hecho de haberse adaptado a un planeta con características periódicas tan marcadas seguramente imprimió en el genoma de los organismos mas primitivos mecanismos cronobiológicos tan exitosos que se han mantenido hasta nuestros días. La desincronizacion del ritmo de sueño-vigilia que sucede en los trabajadores nocturnos y en turnos, puede provocarles diversas alteraciones: del sueño con excesiva somnolencia diurna, biológicas a nivel celular y molecular, cambios en la actividad cerebral, alteraciones funcionales y del metabolismo de lípidos y carbohidratos, cambios en la resistencia a la insulina, cambios hormonales-endocrinos, etc Objetivo: Presentar un caso clinico poco frecuente en la literatura médica de enfermedad laboral por TSRC. Caso clínico. Se trata de un paciente de 34 años de edad con trastorno del ritmo circadiano en el trabajador de turnos que desencadenaba episodios de migraña y focos de isquemia cerebral. Resultado: Recibió tratamiento para su trastorno del sueño y tratamiento antimigrañoso, la evolución a lo largo de cinco años de seguimiento...

‣ Ritmo circadiano y variaciones temporales en el paro cardiaco súbito extrahospitalario

López-Messa,J.B.; Alonso-Fernández,J.I.; Andrés-de Llano,J.M.; Garmendia-Leiza,J.R.; Ardura-Fernández,J.; Castro-Rodríguez,F. de; Gil-González,J.M.
Fonte: Medicina Intensiva Publicador: Medicina Intensiva
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
59.198965%
Objetivos: Analizar las características cronobiológicas y las variaciones temporales del paro cardiaco extrahospitalario (PCEH). Diseño: Estudio descriptivo retrospectivo. Pacientes: Todos los casos de PCEH de origen cardíaco registrados en la base de datos del servicio de emergencias médicas (SEM) de la Comunidad Autónoma de Castilla y León (España) durante 18 meses. Variables de interés principales: Edad, sexo, recuperación de la circulación espontánea, primer ritmo monitorizado (desfibrilable /no desfibrilable), lugar de alerta [(hogar, lugar público, centro atención primaria (AP)], testigo (familiar, transeúnte, fuerzas de seguridad, personal AP), hora de alerta (0-8; 8-16; 16-24), hora de activación del equipo de emergencias, hora de atención y día de la semana. Análisis univariante mediante Chi², varianza y tests no paramétricos. Análisis cronobiológico mediante transformada rápida de Fourier y test Cosinor. Resultados: Se estudiaron 1.286 casos registrados entre enero 2007 y junio 2008. Se observaron diferencias estadísticas significativas en menor edad (p<0,05), mayor incidencia en el hogar (p<0,001) y mayor frecuencia de familiares-convivientes como testigos (p<0,001) en el periodo de 0-8h. El análisis cronobiológico mostró ritmo diario (circadiano) con acrofase a las 11:16h (p<0...

‣ Protocolo de actuación preventiva para riesgo debido a alteraciones del ritmo circadiano en médicos de urgencias que trabajan en turnos de 24 horas

Fillat de Acosta,Loreto
Fonte: Medicina y Seguridad del Trabajo Publicador: Medicina y Seguridad del Trabajo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
69.003926%
La autora analiza la situación patológica de los médicos de urgencias con turnos de 24 horas que alteran el ritmo circadiano, el estudio describe las condiciones de trabajo que afectan el ritmo biológico sueño-vigilia y las tareas intelectuales y de habilidades mecánicas desempeñadas por este personal, los daños a prevenir (accidentes in itinere, accidentes por manipulación de material biológico, enfermedades somáticas y psíquicas y el riesgo para los pacientes). Se propone un protocolo de actuación preventiva que abarca la mayor parte del trabajo, cuándo actuar, revisión de recursos, actuaciones a realizar en una unidad de salud laboral y sistema de comunicación al resto del hospital, Servicio de Prevención de Riesgos Laborales y Sistema Nacional de Salud.