Página 1 dos resultados de 115 itens digitais encontrados em 0.015 segundos

‣ Desenvolvimento de uma metodologia analítica  por LC-MS/MS para determinação de meta-clorofenilpiperazina em plasma de camundongos submetidos à privação de sono paradoxal; Development of an analytical methodology by LC-MS/MS for determination of meta-chlorophenylpiperazine in plasma of mice submitted to paradoxical sleep deprivation

Polesel, Daniel Ninello
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
109.93263%
O aumento no uso abusivo e nas apreensões de comprimidos contendo 1-(3-clorofenil)piperazina (mCPP) têm sido observado na Europa desde o final do século 20. A mCPP promove efeitos semelhantes a metilenodioximetanfetamina (ecstasy) e surgiu como uma alternativa menos neurotóxica. Os principais efeitos descritos pelos usuários são sensação de bem-estar, euforia e empatia. Os efeitos adversos observados em casos de intoxicação aguda são a ansiedade, confusão, insônia, ataques de pânico, estados convulsivos, taquicardia e até mesmo a morte. A mCPP frequentemente tem seu uso associado com a privação de sono dos usuários em ambientes noturnos (festas e danceterias). Além disso, o fármaco provoca insônia no usuário, agravando ainda mais as consequências ao sono do indivíduo. O sono REM, em humanos, ou chamado de sono paradoxal nos animais, é uma fase importante do sono, por ser ela a fase de retorno da homeostasia comportamental e bioquímica. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos comportamentais dos isômeros da clorofenilpiperazina e desenvolver um método analítico para identificar e quantificar a mCPP em amostras de plasma de camundongos submetidos à privação de sono paradoxal (PSP) por 24 e 48 horas. A ferramenta analítica empregada para identificar e quantificar a mCPP foi a cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas (LC-MS/MS). As análises comportamentais de ansiedade e atividade locomotora dos camundongos utilizaram os testes do Labirinto em Cruz Elevado e o teste do Campo Aberto...

‣ Investigação metabolômica da toxicidade da cocaína em ratos submetidos à privação de sono, utilizando cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas; Metabolomic investigation of cocaine toxicity on sleep deprived rats, using liquid chromatography attached to mass spectrometry

Gomes, Lucas André Lobo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
109.74113%
Em uma sociedade que lida com pressão diariamente para completar suas tarefas, a privação de sono é uma consequência comum. Como artifício para manter-se apto a trabalhar ou se divertir à noite, algumas pessoas utilizam a cocaína, cujo consumo é estudado há décadas, mas cuja associação com a privação de sono ainda não foi avaliada pela toxicologia. Este estudo utiliza a metabolômica para gerar um mapa de alterações metabólicas associadas a estas condições e sua iteração. Utilizando análise cromatográfica líquida no modo HILIC e espectrometria de massas com um analisador do tipo "tempo de voo" (TOF), os cromatogramas e espectros urinários de 60 ratos Wistar machos foram analisados utilizando o pacote XCMS (Bioconductor) na plataforma R. Os tratamentos estatísticos de dados (PCA, OPLS-DA, MANOVA) foram realizados através dos programas SIMCA 11 P+ e IBM SPSS, culminando em atribuições putativas dos metabólitos discriminantes nas condições estudadas (efeito da cocaína, efeito da privação total de sono e seu efeito combinado). Foram então evidenciados cinco marcadores biológicos de dano associados à cocaína, três associados à privação de sono e dois à sua iteração. Estes metabólitos foram identificados putativamente através de busca em banco de dados (Metlin...

‣ Estudo da influência da cafeína sobre o efeito antidepressivo da privação de sono em pacientes deprimidos

Schwartzhaupt, Alexandre Willi
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
99.96887%
Introdução: A privação de sono (PdS) tem sido utilizada como um estratégia alternativa para o tratamento do Transtorno Depressivo Maior (TDM), contudo sua eficácia e efetividade carecem de estudos homogêneos e de bom delinemento para dar um grau de evidência científica para seu uso na prática diária. Assim sendo, desde a primeira publicação, em 1971, num relato de caso de um paciente com TDM grave tipo melancólico, por Plug e Tölle, o mesmo estava assintomático no dia seguinte à privação total de sono. Contudo, na noite seguinte de sono seus sintomas depressivos retornaram. Nestes quase 40 anos desde esta publicação houve dezenas de estudos em sua maioria relatos de caso, série de casos ou até estudos abertos só que misturando pacientes com TDM com Depressão Bipolar sem mesmo distinguir se tipo I ou II. A cafeína com seu efeito estimulador poderia ser uma alternativa para facilitar a privação de sono. No entanto, não há dados sobre o sua potencial influência no efeito antidepressivo da PdS. O objetivo deste estudo é avaliar o efeito da cafeína na PdS em pacientes deprimidos unipolares moderados a graves não psicóticos. Métodos: Ensaio Clínico randomizado, duplo cego, cruzado, comparando cafeína contra placebo em pacientes deprimidos moderados a graves submetidos à privação total de sono (PdS). Os pacientes foram avaliados por itens da escala de Lader...

‣ Sobre a relação entre privação de sono e obesidade em crianças e adolescentes : revisão crítica da evidência clínica

Boukhris, Cindy Myriam Bragança
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2012 Português
Relevância na Pesquisa
89.92598%
Introdução: A obesidade tornou-se uma epidemia a nível mundial em todas as faixas etárias. A sua prevalência e severidade em crianças e adolescentes relacionam-se com o aumento da morbilidade associada e a sua prevenção constitui uma medida urgente na maioria dos países desenvolvidos. É uma doença multifatorial que resulta da interação entre fatores metabólicos, genéticos, hormonais, comportamentais, ambientais e culturais. É portanto muito importante identificar fatores de risco que possam ser modificados para impedir a progressão constante de obesidade. A prática de exercício físico e a adequada nutrição têm sido amplamente utilizadas neste sentido mas existem evidências recentes que apontam para o possível papel dos hábitos do sono. O sono tem um papel importante no crescimento, maturação, balanço energético, apetite e saúde das crianças e adolescentes através da regulação da libertação de hormonas. Vários mecanismos biológicos têm sido propostos para explicar a relação entre privação de sono e a obesidade e dentro deles destacam-se os papéis da leptina, grelina, insulina, cortisol e hormona de crescimento. Estas mudanças hormonais podem afetar o balanço energético e favorizar o desenvolvimento de excesso de peso e obesidade. A associação entre privação de sono e obesidade tornou-se um tema muito atual e de grande interesse porque estes estão em constante aumento em populações de crianças e adolescentes dos países desenvolvidos...

‣ Pontas positivas occipitais transitórias no eletrencefalograma de pacientes epilépticos submetidos a privação do sono

Gonçalves e Silva,Gilson Edmar
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
100.02104%
OBJETIVO: Comparar o aparecimento do grafoelemento de ponta positiva occipital transitória do sono em eletrencefalograma (EEG) de pacientes epilépticos com e sem privação do sono, como método de ativação. MÉTODO: Foram analisados 40 EEG de 20 pacientes epilépticos com idade variando de 12 a 43 anos sendo 60% do sexo masculino, atendidos no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, no período de 1995 a 2000. Foram incluídos pacientes com epilepsia diagnosticada clinicamente e EEG sem alteração. Cada paciente foi submetido a um EEG sem privação de sono e outro após 36 horas de privação. O registro dos dois EEG foi separado por intervalo de 48 horas, obedecendo ao protocolo padrão. O efeito da privação do sono foi avaliado pelo aparecimento do grafoelemento PPOTS durante o estágio NREM do sono. RESULTADOS: No EEG sem privação do sono, a PPOTS foi identificada em 6 (30%) pacientes no estágio I e em 1 (5%) paciente em ambos os estágios I e II NREM. Após privação do sono, PPOTS estiveram ausentes em apenas um paciente, mas presentes em 25% casos no estágio I NREM e em 70%, nos estágios I e II NREM. CONCLUSÃO: O aumento da freqüência de PPOTS após privação do sono, parece indicar a existência da liberação de neurotransmissores excitatórios...

‣ Repercussões imunológicas dos distúrbios do sono: o eixo hipotálamo-pituitária-adrenal como fator modulador

Palma,Beatriz Duarte; Tiba,Paula Ayako; Machado,Ricardo Borges; Tufik,Sergio; Suchecki,Deborah
Fonte: Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP Publicador: Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2007 Português
Relevância na Pesquisa
89.6164%
OBJETIVO: Revisar a literatura a respeito da interação entre sono e sistema imunológico. MÉTODO: Busca no Web of Science e no PubMed com os descritores: sono, privação de sono, estresse, eixo hipotálamo-pituitária-adrenal, sistema imunológico e doenças auto-imunes. RESULTADOS: Foram encontrados 588 artigos no Web of Science. As 61 referências mais significativas e mais relacionadas aos objetivos do estudo foram utilizadas. Foram incluídos artigos originais e de revisão. CONCLUSÃO: A privação de sono e o sistema imunológico exercem e sofrem influências mútuas. A privação de sono é considerada um estressor, uma vez que induz a elevação do cortisol em seres humanos - ou da corticosterona em roedores. Os glicocorticóides, por sua vez, exercem um efeito imunossupressor. Por essas razões, foi proposto que o aumento da ativação do eixo hipotálamo-pituitária-adrenal seja um importante mediador das alterações imunológicas observadas em pacientes com insônia ou privados de sono.

‣ Privação de sono e exercício físico

Antunes,Hanna Karen M.; Andersen,Monica L.; Tufik,Sergio; De Mello,Marco Tulio
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2008 Português
Relevância na Pesquisa
109.99673%
A privação do sono é a remoção ou supressão parcial do sono, e esta condição pode causar diversas alterações: endócrinas, metabólicas, físicas, cognitivas, neurais e modificações na arquitetura do sono, que em conjunto comprometem a saúde e a qualidade de vida do sujeito nestas condições. Já o exercício físico praticado regularmente promove benefícios como melhora do aparato cardiovascular, respiratório, endócrino, muscular e humoral, além disso, pode melhorar a qualidade do sono. Entretanto, a associação desses dois parâmetros não tem sido bem explorada, em parte pela dificuldade conseguir voluntários que se submetam a essa condição principalmente sem nenhum tipo de compensação financeira. A maioria dos estudos que investigaram o binômio exercício físico e privação de sono focou os efeitos no desempenho aeróbio. Embora ainda haja controvérsias, os estudos apontam para pequena ou nenhuma alteração desse parâmetro quando as duas situações se fazem presentes. Em relação à potência anaeróbia e força não tem sido encontrados alterações significativas, mas para eventos prolongados, parece haver uma interação entre a privação de sono e o exercício físico, o que sugere um mecanismo de proteção. Entretanto...

‣ Investigação da ativação seletiva de neurônios dopaminérgicos da substância negra pars compacta promovida pela privação de sono REM em ratos

Proença, Mariana Bordinhão
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
89.5244%
Resumo: Atualmente, vários estudos abordam a ligação entre o sono e a neurotransmissão dopaminérgica, focando nos mecanismos pelos quais a doença de Parkinson (DP) e o sono podem ser entrelaçados. Por conseguinte, as variações nas atividades durante os ciclos de sono, ou ao nível de corpos celulares dopaminérgicos na área tegmental ventral (VTA) e / ou na substância negra pars compacta (SNPC) podem afetar funções como a memória. Deste modo, foram realizadas quantificações neuroquímicas de DA, serotonina (5-HT) e os seus metabólitos no estriado e no hipocampo de ratos tratados por via intraperitoneal com o haloperidol (1,5 mg / kg) ou piribedil (8 mg / kg) e submetidos a privação de sono REM (REMSD) e sono rebote (REB). Além disso, foram avaliados os efeitos de REMSD no comportamento motor, nos parâmetros cognitivos e a imunorreatividade neuronal da c-Fos na SNPC. Os resultados indicaram que a c-Fos foi fortemente realçada pelo piribedil no grupo REMSD. Uma característica ativação de c-Fos no grupo REMSD foi demonstrada de maneira sinérgica pelo piribedil, indicando uma forte correlação positiva entre os níveis estriatais de DA e ativação de c-Fos nigral. Assim, sugere-se que os processos de memórias foram severamente impactados tanto pelo bloqueio dopaminérgico quanto pela privação de sono REM e ainda mais pela sua combinação. Portanto...

‣ Efeitos antidepressivos promovidos pela privação de sono paradoxal no modelo de Bulbectomia olfatória em ratos

Maturana, Maíra Jaquelinny
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
89.4934%
Resumo: O sono parece apresentar uma relação bi-direcional com os transtornos depressivos, onde a ocorrência de distúrbios do sono bem como de depressão parecem agravar-se e retroalimentar-se mutuamente, onde pessoas com risco para a depressão podem apresentar reduções de latência para o sono REM e densidade mais elevada dos movimentos oculares. Portanto a privação de sono REM parece ter um papel relevante para a melhora dos sintomas depressivos. O estudo atual teve como objetivo investigar os possíveis efeitos antidepressivos promovidos pela privação de sono paradoxal (PSP), em animais submetidos à bulbectomia olfatória (OBX), através de análises comportamentais, moleculares e neuroquímicas. Realizamos cirurgias extereotáxicas para retirada dos bulbos olfatórios em ratos Wistar machos, os quais após o período de recuperação realizaram os teste comportamentais do campo aberto (CA) e natação forçada (NF) e foram submetidos à PSP por 72 h, repetindo os testes comportamentais após este período. Um grupo de animais foi decapitado e outro passou por um período de sono rebote (REB) de 24 h os quais realizaram novamente os testes comportamentais e posteriormente decaptados. Os animais bulbectomizados (OBX) demonstraram comportamentos tipo-depressivos no teste do campo aberto...

‣ Participação dos mecanismos descendentes da modulação da dor no efeito pró-nociceptivo induzido pela privação de sono paradoxal em ratos

Tomim, Dabna Hellen
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
89.82004%
Resumo: A privação do sono paradoxal (PSP) pode alterar a sensibilidade à dor ou predispor ao desenvolvimento de condições dolorosas. No entanto pouco é conhecido a respeito dos mecanismos pelos quais a privação de sono afeta a dor. A PSP diminui o efeito analgésico da morfina, que depende da ativação do sistema descendente da modulação da dor, compreendendo a Substância Cinzenta Periaquedutal (PAG) e Bulbo RostroVentro Medial (RVM). Desse modo, o objetivo desse trabalho foi avaliar se a PSP aumenta a nocicepção fásica e tônica, por meio do teste de formalina, e diminui o efeito antinociceptivo da morfina administrada na PAG ventral (vPAG). Nós avaliamos também se a PSP aumenta a dor por modular a atividade endógena do sistema descendente da modulação da dor. Ratos foram separados em dois grupos, controle e submetidos à privação de sono paradoxal (PSP) por meio da técnica de plataforma única. Primeiramente foi realizado uma curva dose resposta para o teste de formalina (0, 0,5, 0,75 e 1%), sendo a dose de 0,75% escolhida para os experimentos. Os animais foram submetidos a PSP por um período de 24 e 48 horas, e ambos aumentaram a resposta nociceptiva tanto no teste de formalina como no teste de limiar nociceptivo mecânico. PSP diminuiu significantemente o efeito antinociceptivo máximo da administração de morfina na vPAG. Uma dose de antagonista de receptor GABAA...

‣ Produção de quinurenina em modelos experimentais de restrição de sono e obesidade; Kynurenine production in obese and sleep restricted experimental models

Marchi, Alexandre Froes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/05/2015 Português
Relevância na Pesquisa
89.15704%
A via das Quinureninas (Via Quin) representa a principal via catabólica do metabolismo do triptofano (Trp) e é essencial para diversos processos fisiológicos. No fígado, o Trp é catalisado por triptofano 2,3-dioxigenase (TDO) quinurenina (Quin). A mesma reação também pode ser catalisada pela enzima indolamina 2,3-dioxigenase (IDO), produzida por células imunológicas. Em alguns processos patológicos, há um aumento do consumo de Trp pela Via Quin, que gera compostos que estão relacionados ao processo de imunotolerância. No presente estudo, foram selecionados dois modelos que mimetizam situações associadas às alterações da resposta imunológica: a restrição de sono e a obesidade. A partir do conhecimento das alterações na resposta imune nessas condições, geramos a hipótese de que parte do mecanismo se dê a partir da indução do catabolismo de Trp pela via Quin. Desse modo, foram investigadas as concentrações séricas e hepáticas de Trp nesses modelos experimentais, modelos esses que foram utilizados em outros projetos do nosso grupo de pesquisa. Não houve diferença significativa na concentração de Quin sérica e hepática entre os camundongos C57BL/6J restritos de sono (3 hs/15 dias), privação de sono paradoxal (72 hs) e período rebote (24 hs). A razão Quin/Trp também não diferiu entre os grupos RS e controle. Igualmente não houve diferenças estatísticas na concentração de Quin plasmática nos modelos privação de sono paradoxal e período rebote realizados em ratos Wistar. O mesmo foi observado em camundongos Swiss e camundongos C57BL/6J submetidos a protocolos experimentais de obesidade: ração hiperlipídica (21 dias) e de síndrome metabólica (20 semanas de ração hiperlipídica). Tais resultados sugerem que as alterações na resposta imunológica nesses quadros não estão associadas ao catabolismo de Trp.; The Kynurenine pathway (Kyn pathway) is the major catabolic pathway of tryptophan metabolism (Trp) and it is essential for many physiological processes. In the liver...

‣ Effects of Acute Sleep Deprivation Resulting from Night Shift Work on Young Doctors; Efeitos Agudos da Privação de Sono Decorrente do Trabalho Nocturno em Jovens Médicos

Sanches, Inês; Pneumology Department. Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Coimbra. Portugal.; Teixeira, Fátima; Pneumology Department. Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Coimbra. Portugal. Sleep Medicine Center. Centro Hospitalar
Fonte: Ordem dos Médicos Publicador: Ordem dos Médicos
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2015 Português
Relevância na Pesquisa
110.29668%
Introduction: To evaluate sleep deprivation and its effects on young physicians in relation to concentration capacity and psychomotor performance.Material and Methods: Eighteen physicians aged 26 - 33 years were divided into 2 groups: non-sleep deprived group (with no night work) and sleep deprived group (minimum 12 hour of night work/week). We applied Pittsburgh Sleep Quality Index to screen the presence of sleep pathology and Epworth Sleepiness Scale to evaluate subjective daytime sleepiness; we used actigraphy and sleep diary to assess sleep hygiene and standard sleep-wake cycles. To demonstrate the effects of sleep deprivation, we applied Toulouse-Piéron’s test (concentration test) and a battery of three reaction time tasks after the night duty.Results: Sleep deprived group had higher daytime sleepiness on Epworth Sleepiness Scale (p < 0.05) and during week sleepdeprivation was higher (p < 0.010). The mean duration of sleep during the period of night duty was 184.2 minutes to sleep deprived group and 397.7 minutes to non-sleep deprived group (p < 0.001). In the Toulouse-Piéron´s test, the sleep deprived group had more omissions (p < 0.05) with a poorer result in concentration (p < 0.05). Psychomotor tests that evaluated response to simple stimuli revealed longer response latency (p < 0.05) and more errors (p < 0.05) in Sleep deprived group; in reaction to instruction test the sleepdeprived group showed worse perfection index (p < 0.05); in the fine movements test there was no statistically significant difference between the groups.Discussion: Acute sleep deprivation resulting from nocturnal work in medical professions is associated with a reduction in attention and concentration and delayed response to stimuli. This may compromise patient care as well as the physician’s health and quality of life.Conclusion: It is essential to study the effects of acute sleep deprivation on the cognitive abilities and performance of healthprofessionals.; Introdução: Avaliar a privação do sono e seus efeitos sobre os jovens médicos relativamente à capacidade de concentração edesempenho psicomotor.Material e Métodos: Dezoito médicos...

‣ Padrão de sono e factores de risco para privação de sono numa população pediátrica portuguesa

Crispim, João Núncio; Reis Boto, Leonor; Saraiva de Melo, Isabel; Ferreira, Rosário
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Formato: application/pdf
Publicado em 28/07/2014 Português
Relevância na Pesquisa
89.5592%
Introdução: O sono é essencial para o crescimento e desenvolvimento físico e psicomotor da criança. É objectivo do estudo caracterizar o padrão de sono de um grupo de crianças e identificar populações em risco de privação de sono.Métodos: Foi aplicado um questionário aos acompanhantes das crianças entre um e catorze anos de idade observadas consecutivamente num Centro de Saúde entre Maio de 2008 e Abril de 2009. Foram recolhidos dados sociodemográficos e relativos ao padrão de sono na semana e nas 24 horas precedentes.Resultados: Analisaram-se 269 questionários. A idade mediana das crianças foi de 4,9 anos, sendo 49,8% (134) do sexo masculino. Na semana precedente à aplicação do questionário, 3,0% (8) das crianças dormiram 6 a 8 horas, 55,7% (150) dormiram oito a dez horas, e 41,3% (111) mais de dez horas por dia. A mediana de horas de sono na véspera da aplicação do questionário foi 10,5 horas. Dormiram a sesta na véspera 45,4% (122) das crianças, com duração mediana de 2,0 horas. Nenhuma criança com seis ou mais anos dormiu sesta. A escolaridade da mãe apresentou correlação directa com as horas dormidas na semana precedente (p<0,01) e as horas dormidas na véspera (p<0,05), e correlação inversa com a hora de deitar (p<0...

‣ Caracterização do ciclo sono/vigília de professores do ensino médio em natal/rn

Souza, Jane Carla de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
89.40075%
In the school environment is fundamental the knowledge about the sleep-wake cycle (SWC), because we find children and adolescents with excessive sleepiness and learning difficulties. Furthermore, teachers with high demand and with different work schedule, which may contribute to changes in SWC. The aim of this study was to describe the SWC of high school teachers in Natal/RN. Habits and knowledge about sleep, chronotype, SWC, daytime sleepiness, sleep quality and job satisfaction were described in 98 high school teachers from public and private school. These parameters were compared according to the characteristics of work, family structure and gender. Data collection was performed with the use of questionnaires in two stages: 1) "health and sleep" (general characterization of sleep habits), Horne & Ostberg questionnaire (characterization of chronotype), Epworth Sleepiness Scale and the Index of Pittsburg Sleep Quality, 2) The sleep diary for 14 days. From the results, we observe that the teachers woke up and went to bed earlier in the week and showed a reduction of time in bed around 42min comparing to weekend. This reduction in time in bed during the week was accompanied by an increase in nap duration on weekend. In addition the teachers woke up earlier on Saturdays than on Sundays...

‣ Sobre a relação entre privação de sono e obesidade em crianças e adolescentes : revisão crítica da evidência clínica

Boukhris, Cindy Myriam Bragança
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2012 Português
Relevância na Pesquisa
89.92598%
Introdução: A obesidade tornou-se uma epidemia a nível mundial em todas as faixas etárias. A sua prevalência e severidade em crianças e adolescentes relacionam-se com o aumento da morbilidade associada e a sua prevenção constitui uma medida urgente na maioria dos países desenvolvidos. É uma doença multifatorial que resulta da interação entre fatores metabólicos, genéticos, hormonais, comportamentais, ambientais e culturais. É portanto muito importante identificar fatores de risco que possam ser modificados para impedir a progressão constante de obesidade. A prática de exercício físico e a adequada nutrição têm sido amplamente utilizadas neste sentido mas existem evidências recentes que apontam para o possível papel dos hábitos do sono. O sono tem um papel importante no crescimento, maturação, balanço energético, apetite e saúde das crianças e adolescentes através da regulação da libertação de hormonas. Vários mecanismos biológicos têm sido propostos para explicar a relação entre privação de sono e a obesidade e dentro deles destacam-se os papéis da leptina, grelina, insulina, cortisol e hormona de crescimento. Estas mudanças hormonais podem afetar o balanço energético e favorizar o desenvolvimento de excesso de peso e obesidade. A associação entre privação de sono e obesidade tornou-se um tema muito atual e de grande interesse porque estes estão em constante aumento em populações de crianças e adolescentes dos países desenvolvidos...

‣ Efeitos gerados pela diminuição de neurônios dopaminérgicos nigrais e privação de sono paradoxal no desempenho olfatório em ratos

Fortes, Mariana Hernandes
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 100f. : il., grafs., color., tabs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
99.68408%
Orientador: Prof. Dr. Marcelo M . S. Lima; Co-orientadora: Profª. Drª. Anete Curte Ferraz; Dissertaçao (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Defesa: Curitiba, 03/04/2014; Inclui referências; Área de concentração: Filosofia; Resumo: Sabe-se que o início da doença de Parkinson (DP) não ocorre com a perda da projeção dopaminérgica no estriado pela substância nigra, como é classicamente definida. Outras estruturas são comprometidas previamente, apresentando um padrão evolutivo específico, permitindo a divisão em estágios. Neste contexto diversas alterações que antecedem os sintomas motores, são apontados como possíveis indicadores desta doença, que incluem disfunções olfatórios e distúrbios comportamentais do sono REM. O estudo destas variáveis possibilita a antecipação do diagnóstico e o surgimento de novas estratégias terapêuticas. Os distúrbios olfatórios podem ser considerados um dos seus fatores de risco, sendo encontradas em fases iniciais da doença. As alterações do sono, principalmente sono REM, são também apontados como sinais prodrômicos para DP. Tendo grande importância devido sua especificidade elevada. As bases fisiológicas para estas disfunções na doença de Parkinson ainda não foram totalmente esclarecidas...

‣ Prejuízo olfatório associado à modulação farmacológica de receptores D2 do bulbo olfatório em modelo animal de Parkinsonismo modulado pela privação de sono REM

Rodrigues, Lais Soares
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 69f. : il. algumas color., tabs., grafs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
89.41335%
Orientador : Prof. Dr. Marcelo de Meira Santos Lima; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Farmacologia. Defesa: Curitiba, 30/06/2014; Inclui referências; Área de concentração : Farmacologia; Resumo: Déficits olfatórios são comumente encontrados em indivíduos não tratados com diagnóstico recente da doença de Parkinson (DP). Diferentes estudos observaram quedas nas performances olfatórias durante um curto período de privação do sono. Portanto, levaram à hipótese de que a modulação dos receptores dopaminérgicos D2 no bulbo olfatório pode fornecer uma compreensão mais abrangente dos mecanismos de déficits olfatórios encontrados na DP, depois de um curto período de privação de sono de movimento rápido dos olhos (PSREM). Decidimos investigar alterações na olfação, neuroquímicas e histológicas geradas pela administração de piribedil ou raclopride, dentro da camada glomerular do bulbo olfatório, em ratos submetidos a rotenona intranigral e PSREM. Nossas descobertas mostraram uma evidência notável da ocorrência de uma correlação negativa (r = - 0,52, P = 0,04) entre o número de neurónios TH -ir periglomerular e os níveis bulbares de dopamina (DA)...

‣ Efeitos da privação de sono sobre aspectos cognitivos e sua relação com níveis de BDNF

Giacobbo, Bruno Lima
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
89.70865%
Transtornos crônicos do sono são relacionados a problemas cognitivos e alterações no Fator Neurotrófico Derivado do Cérebro (BDNF). No entanto, os efeitos da privação aguda do sono nos níveis de BDNF e sua relação com o desempenho cognitivo permanecem incertos. O objetivo deste estudo foi investigar a relação entre os níveis de BDNF no soro e desempenho cognitivo em sujeitos jovens saudáveis após uma privação de sono aguda. Neste estudo, 19 sujeitos privados de sono e 20 controles completaram questionários de depressão, ansiedade e qualidade do sono. O grupo privado passou uma noite acordado realizando atividades lúdicas para se manter acordado. Atenção, função executiva e memória de trabalho, dependentes do córtex pré-frontal, foram analisados com os testes de Stroop e Span de dígitos.Memória declarativa, dependente do hipocampo, foi analisada com o teste de Memória Lógica. O BDNF foi analisado por sandwich-ELISA. Os dados foram analisados com testes T para amostras independentes e regressões por estimativa de curva. P<0. 05 foi considerado estatisticamente significativo. Nossos dados mostraram que o grupo privado de sono apresentou maiores níveis de BDNF no soro. Atenção, função executiva e memória de trabalho não apresentaram diferença significativa entre grupos. No entanto...

‣ Privação de sono em adolescentes está associada à diminuição da sensibilidade à insulina avaliada pelo clamp hiperglicêmico; Sleep deprivation in adolescents leads to reduction in insulin sensitivity, as assessed by hyperglycemic clamp technique

Ana Maria de Bernardi Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2015 Português
Relevância na Pesquisa
110.062705%
Embora as funções do sono não estejam completamente esclarecidas, há evidências de que o sono exerce um efeito modulador sobre os sistemas metabólicos, endócrinos, cardiovasculares e imunológicos. Vários estudos epidemiológicos sugerem uma ligação entre o curto período de sono e diminuição da sensibilidade à insulina (SI) em adolescentes. No entanto, a nosso conhecimento, não há estudos até à presente data que investigaram se a privação de sono reduz a sensibilidade à insulina avaliada por métodos acurados, tais como os estudos de clamp hiperglicêmico em adolescentes. Os objetivos foram comparar a distribuição de marcadores clínicos, antropométricos e de laboratoriais de resistência à insulina em adolescentes com privação de sono (<8 horas / noite) e sono adequado (> ou =8 horas / noite) e investigar se a privação de sono está associada a redução da sensibilidade à insulina avaliada pelo clamp hiperglicêmico. É um estudo multicêntrico transversal com 484 adolescentes (10-19 anos idade), ambos os sexos, com obtenção de dados clínicos, antropométricos, composição corporal, bioquímicos e tempo de sono noturno. A SI foi avaliada pelos índices do modelo de avaliação da homeostase (HOMA) e pela taxa de infusão de glicose ajustado para a massa magra (GIRFFM) obtida no clamp hiperglicêmico (N = 81). Os adolescentes com privação de sono...

‣ Sleep deprivation in medical students in service at the basic health units and its consequences; A privação de sono nos alunos da área de saúde em atendimento nas Unidades Básicas de Saúde e suas consequências

Castilho, Carla Prado; Limas, Ludy Mila Dias de; Monteiro, Mariane Lago; Silva, Pedro Henrique Maia Nogueira da; Bueno, Helvécio; Fari, Talitha Araújo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 29/10/2015 Português
Relevância na Pesquisa
99.50053%
Introduction: The undergraduate students belong to a group with high probabilities to show daily excessive somnolence and bad sleep quality. Objective: The objective of this article was to investigate the sleep deprivation of students from the health area, who work at attendance in UBS, Paracatu-MG, with the purpose to show this reality and develop solutions to solve this problems. Methods: The study is cross-sectional and was used questionnaires to interview Results: It was observed about the sleep time per night that 34% sleeps on an average of 7 hours. About the use of medicines to maintain awake for a long period of time, 4.1% reported the use, 60% of which uses Ritalin. The deprivation of sleep changes the academic performance of 88.54% of the respondents. Conclusion: From the article, it was verified that the majority of the students from the health area of UBS, Paracatu-MG, sleep an average 7 hours, which is related with the bad sleep quality, resulting in a low academic performance.; Introdução: Os estudantes de graduação pertencem a um grupo com altas probabilidades de apresentar sonolência diurna excessiva e má qualidade do sono. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi investigar a privação do sono dos estudantes da área de saúde em atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Paracatu-MG...