Página 1 dos resultados de 410 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

‣ Teoria de conjuntos fuzzy e regressão logística na tomada de decisão para realização de cintilografia das paratiróides; Fuzzy sets theory and logistic regression in decision making for parathyroid scintigraphy investigation

Sousa, Clóvis Arlindo de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
37.507983%
Introdução - Grande parte das cintilografias das paratiróides realizadas antes da primeira cirurgia (paratiroidectomia) resulta negativa, podendo sugerir uma inadequação na solicitação do exame. Objetivo - Desenvolver e comparar dois modelos matemáticos baseados em teoria de conjuntos fuzzy e regressão logística para tomada de decisão na realização de cintilografia das paratiróides, a partir de valores séricos de Cálcio (Ca) e Paratormônio (PTH). Métodos - Da base de registros de cintilografia de paratiróides realizadas no Centro de Medicina Diagnóstica Fleury, em São Paulo, foram identificados 194 pacientes (grupo desenvolvimento) que no período de janeiro de 2000 a dezembro de 2004 tinham Ca e PTH séricos medidos. Foram desenvolvidos dois modelos matemáticos, um deles baseado em regressão logística e o outro em teoria de conjuntos fuzzy, com a finalidade de definir uma medida de indicação para a realização do exame cintilográfico. O desempenho dos modelos foi comparado utilizando curvas ROC pelo teste de Hanley e McNeil. Utilizou-se o grupo teste de 139 pacientes registrados de 2005 a 2006 para avaliar os modelos e verificar sua acurácia. Resultados - No grupo desenvolvimento, a área sob a curva ROC do modelo de regressão logística foi de 0...

‣ Considerações referentes à influência do posicionamento dos membros superiores sobre o resultado da cintilografia de perfusão do miocárdio; Considerations about the influence of upper arms positioning on myocardial perfusion scintigraphy results

Izaki, Marisa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.507983%
I NTRODUÇÃO: Na cintilografia de perfusão do miocárdio, contrariamente ao desenvolvimento tecnológico ao longo do tempo, manteve-se desde o princípio a mesma forma, por vezes desconfortável ou mesmo inviável, de posicionamento na aquisição das imagens: decúbito dorsal com os braços elevados. OBJETIVOS: O objetivo da pesquisa foi o de avaliar se na aquisição da cintilografia de perfusão do miocárdio o posicionamento com os membros superiores abaixados(T) apresenta os mesmos resultados que os obtidos com os membros superiores elevados(C), tanto em termos de alterações perfusionais como em relação aos parâmetros funcionais. . MÉTODOS: Foram estudados 120 pacientes, 83 (69%) do sexo masculino, com idade 59,4 ± 11,4 anos e peso 72,8 ± 14 kg. Foi realizada primeiramente a aquisição C e na seqüência a aquisição T, utilizando protocolo de um dia de repouso-estresse (dose 370 MBq e 1110 MBq de sestamibi-99mTc), com estresse sincronizado ao eletrocardiograma (gated- SPECT). Três modelos distintos de equipamentos de dois detectores foram utilizados no estudo. Os estudos foram processados usando reconstrução iterativa (OSEM). Na interpretação foi utilizado o modelo de segmentação miocárdica de 17 segmentos...

‣ Comparação entre o teste ergométrico e a cintilografia miocárdica na avaliação do precondicionamento isquémico precoce.; The comparison between the exercise testing and myocardial scintigraphy in the assessment of early ischemic preconditiong.

Buglia, Susimeire
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/04/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.507983%
O fenômeno do precondicionamento isquêmico é definido como o aumento da tolerância à isquemia e à lesão de reperfusão, induzida por curtos e sucessivos episódios de isquemia prévios a período de isquemia prolongada. A angina do aquecimento e a de pré-infarto são duas condições clínicas relacionadas ao precondicionamento. Este fenômeno apresenta duas fases distintas, clássica ou precoce e tardia. A atenuação do infradesnível do segmento ST provocada pelo precondicionamento precoce está bem documentada, porém sua expressão cintilográfica permanece controversa. O objetivo desta pesquisa foi avaliar se as atenuações eletrocardiográficas do precondicionamento durante testes sequenciais estão associadas a modificações simultâneas das imagens de cintilografia de perfusão miocárdica em indivíduos com doença coronariana. Vinte e três pacientes foram selecionados entre março de 2009 e julho de 2011. A média de idade foi 64,5 anos (dp=7,0), 19 (82,6%) do sexo masculino e todos tinham lesão coronária em pelo menos um vaso superior a 60%. A medicação antiisquêmica foi suspensa por três a cinco dias. Os pacientes foram submetidos a três testes ergométricos a partir do exame de seleção, sendo dois deles sequenciais e o terceiro realizado após sete dias. A injeção do radiofármaco sestamibi-Tc-99m no teste de precondicionamento e contraprova foi administrado no tempo de aparecimento do infradesnível de ST de -2...

‣ Cintilografia planar de perfusão miocárdica em pacientes com dor torácica e eletrocardiograma sem alterações sugestivas de isquemia; Planar scintigraphy myocardial perfusion in patients with chest pain and ECG changes without suggestive of ischemia

Yamada, Alice Tatsuko
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/07/2002 Português
Relevância na Pesquisa
37.704258%
O objetivo deste estudo foi avaliar o uso da cintilografia de perfusão miocárdica planar de repouso para o diagnóstico de insuficiência coronariana aguda em pacientes com dor torácica e eletrocardiograma sem alterações sugestivas de isquemia. Foram estudados 71 pacientes com idades entre 34 e 87 (média 58, desvio-padrão 12) anos; 44 (62%) eram do sexo masculino e 27 (38%) do feminino. Os pacientes com dor torácica foram avaliados na unidade de emergência com anamnese, exame físico e eletrocardroqrarna de 12 derivações. Pacientes com dor torácica de duração superior a 20 minutos, em vigência da dor ou sem dor, mas que sofreram dor torácica até seis horas anies do atendimento e com eletrocardioqrarna sem alterações sugestivas de isquemia miocárdica, foram submetidos à cintilografia planar de perfusão miocárdica de repouso quando solicitada pelo médico assistente. O tempo médio entre o início da dor toràcica e a Injeção do radiotraçador foi de três horas e seis minutos. Treze pacientes apresentavam dor torácica no momento da injeção. Foram colhidas amostras sanguineas para dosagens de atividade da creatinoquinase-MB (CK-MB), CK-MB massa, troponina I e mioglobina, seis horas após o início da dor torácica. O diagnóstico de insuficiência coronariana aguda foi feito em pacientes com angina de repouso...

‣ Cintilografia do miocárdio com tecnécio 99m-MIBI associada à administração de adenosina em portadores de doença arterial coronária: implicações para a tomada de decisão; Adenosine myocardial perfusion SPECT with Tc- 99m - MIBI in patients with obstructive coronary artery disease: implications for making clinical decisions

Mastrocolla, Luiz Eduardo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/11/2003 Português
Relevância na Pesquisa
37.65479%
A cintilografia do miocárdio com radioisótopos e associada à administração de vasodilatadores coronários, é método estabelecido para o diagnóstico e estratificação de risco da coronariopatia aterosclerótica obstrutiva, utilizando a angiografia coronária como padrão. As capacidades diagnóstica e prognóstica ótimas são habitualmente obtidas na presença de lesões graves, sendo que para para graus menores de obstrução, de caracterização mais difícil pela própria angiografia coronária, observa-se menor acurácia da prova cintilográfica. Para testar a hipótese de que a cintilografia com adenosina correlaciona-se com os diâmetros e áreas da luz arterial, estabelecidos pela angiografia coronária quantitativa (ACQ) e o ultra-som intracoronário (UIC), avaliando a repercussão funcional das lesões, optamos por avaliar o método em portadores de doença arterial coronária caracterizada como de difícil manejo dentro do processo de decisão clínica. Desta forma, submetemos 70 pacientes (P) consecutivos à cintilografia do miocárdio com 99mTc-MIBI associada à injeção de adenosina, com média de idades de 60,6 anos, sendo 55,7% do sexo masculino, excluindo-se aqueles com angina instável, infarto do miocárdio de evolução recente...

‣ Estudo da perfusão pulmonar em crianças hospitalizadas com bronquite viral aguda por meio da cintilografia pulmonar perfusional quantitativa com 99mTC-MMA

Carvalho, Paulo Roberto Antonacci
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.507983%
Introdução: O conhecimento da distribuição da perfusão pulmonar pela cintilografia na bronquiolite viral aguda, pode auxiliar no entendimento das alterações no equilíbrio da ventilação - perfusão, peculiares a essa doença do lactente jovem. Objetivo: Avaliar o padrão de distribuição da perfusão pulmonar em pacientes hospitalizados com bronquiolite viral aguda por meio de cintilografia pulmonar perfusional quantitativa com macroagregado de albumina com tecnécio (99mTc-MAA), estabelecendo associação com as avaliações clínica e radiológica, bem como determinando o seu padrão evolutivo até a condição de normalidade. Tipo de estudo: Dois estudos prospectivos com enfoque diagnóstico: um transversal, comparativo, e um longitudinal, evolutivo, controlado. Pacientes e métodos: A amostra da pesquisa foi constituída por pacientes hospitalizados no Hospital de Clínicas de Porto Alegre com diagnóstico de bronquiolite viral aguda, no período de abril de 1998 a setembro de 2000, baseada em critérios clínicos de inclusão: idade entre 01 e 24 meses, com quadro respiratório obstrutivo de vias aéreas inferiores (primeiro episódio de sibilância expiratória de início súbito, com sinais de coriza, tosse irritativa...

‣ Estudo comparativo da viabilidade miocárdica em áreas dissinérgicas ao ecocardiograma basal : cintilografia tomográfica com Tecnécio 99m-mibi sob baixa dose de Dobutamina versus Tálio em repouso-redistribuição

Pilger Filho, Egon Pedro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.507983%
A cintilografia com radioisótopos em repouso tem despertado muito interesse nos últimos anos para pesquisa da viabilidade miocárdica na disfunção isquêmica avançada do VE, porque esta pode ser reversível e porque há melhora prognóstica neste contexto. O objetivo desse trabalho é buscar identificar a acurácia da cintilografia tomográfica Tc-99m-Sestamibi, sob a infusão de dobutamina em baixa dose. Foram protocolados trinta pacientes que sofreram um infarto do miocárdio com padrão “Q”, com dissinergia ao ecocardiograma, e submetidos a estudos perfusionais em dias diferentes, com Tc-99m-Sestamibi − dobutamina e Tl-201 em repouso-redistribuição 4 horas, usado como padrão ouro. Não ocorreram complicações com nenhum paciente submetido ao protocolo do estudo. Os resultados revelaram: sensibilidade = 85%, especificidade = 87%, valor preditivo positivo = 96%, valor preditivo negativo = 65 % e acurácia de = 85,2%. A razão de probabilidade positiva foi de 6,68 e a razão de probabilidade negativa de 0,17. Confrontando-se nossos dados com uma metanálise de resultados para o Tc-99m-Sestamibi em repouso, a sensibilidade no presente estudo foi 85% vs. 81% e a especificidade de 87% vs. 60%. Em relação aos dados da literatura para Tl-201: 85% vs. 90% e 87% vs. 54%...

‣ Quantificação de Shunt intrapulmonar por cintilografia e gasometria arterial com 02 a 100% em candidatos a transplante hepático com diferentes graus de dilatação vascular intrapulmonar; Quantification of intrapulmonary Shunt by scyntigraphy and 100% oxygen gasometry in liver transplantation candidates with different levels of intrapulmonary dilatation by echocardiography

Ferreira, Maria Angelica Pires
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.591582%
As dilatações vasculares intrapulmonares (DVIP) constituem a anormalidade vascular pulmonar mais freqüente e a principal causa de hipoxemia grave em hepatopatas. A associação de doença hepática, aumento do gradiente alvéoloarterial de oxigênio e DVIP é chamada de "síndrome hepatopulmonar". O objetivo principal deste estudo foi verificar se os níveis de DVIP aferidos por ecocardiografia com contraste estão relacionados à intensidade de shunt intrapulmonar, medida por dois diferentes métodos: cintilografia com 99mTc-MAA e gasometria com O2 a 100%. Foram estudados 28 candidatos a transplante hepático portadores com DVIP identificadas e graduadas por ecocardiografia conforme escala semi-quantitativa (graus I a IV). A idade média foi de 47,5 anos, e a doença hepática foi classificada como Child-Pugh B na maioria dos casos (60,7%). A intensidade das DVIP foi classificada como I, II, III e IV em 13 (46,4%), 9 (32,1%), 2 (7,1%) e 4 (14,3%) casos, respectivamente. Dos 28 pacientes, 21 (75%) tiveram quantificação de shunt pelo método cintigráfico e gasométrico, 6 (21,4%) apenas pelo método cintigráfico e 1 caso (3,6%) pelo método gasométrico apenas. A PaO2 média entre os pacientes com DVIP graus I e II por ecocardiografia foi 89...

‣ Quantificação de impressões diagnósticas em imagens de cintilografia renal; Quantification of diagnostic impressions in renal scintigraphy

Marcuzzo, Mônica
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.591582%
A cintilografia renal é um exame amplamente utilizado para a avaliação visual do funcionamento do córtex renal. Ele permite visualizar a concentração do radiofármaco, o tamanho, a forma, a simetria e a posição dos rins. No entanto, a avaliação visual das impressões diagnósticas dessas imagens tende a ser um processo subjetivo. Isso faz com que ocorra uma significativa variabilidade entre as interpretações feitas por diferentes especialistas. Assim, este trabalho tem como objetivo propor medidas quantitativas que refletem impressões diagnósticas comumente observadas por especialistas nas imagens de cintilografia renal. São atribuídos valores numéricos a essas impressões, o que, potencialmente, reduz a subjetividade e a variabilidade da interpretação das descobertas. A fim de permitir a extração dessas medidas, um método de segmentação específico para essas imagens também é proposto. Os resultados indicam que as medidas propostas atingem níveis de concordância de no mínimo 90% dos casos quando comparadas com a avaliação visual de especialistas. Esses resultados sugerem que as medidas podem ser usadas para reduzir a subjetividade na avaliação das imagens, já que elas fornecem uma alternativa quantitativa e objetiva para reportar as impressões diagnosticas das imagens de cintilografia renal.; Renal scintigraphy is a well established functional technique for the visual evaluation of the renal cortical mass. It allows the visualization of the radiopharmaceutical tracer distribution...

‣ Relação dos níveis séricos de cálcio e paratormônio com a positividade da cintilografia das paratiróides

Duarte,Paulo S.; Fujikawa,Gracia Y.; Aldighieri,Flavia C.; Brandão,Cynthia M.A.; Hauache,Omar M.; Martins,Luiz Roberto F.; Alonso,Gilberto; Vieira,José G.H.
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2002 Português
Relevância na Pesquisa
37.744028%
O hiperparatiroidismo primário (HPP) é caracterizado pelo aumento da secreção de PTH, com conseqüente aumento da concentração sérica de cálcio. O diagnóstico é realizado pela dosagem de cálcio e PTH. A cintilografia das paratiróides é solicitada, classicamente, em pacientes com recorrência de HPP após paratiroidectomia, na tentativa de detectar glândulas patológicas ectópicas ou remanescentes. Algumas vezes este exame tem sido solicitado antes do primeiro ato cirúrgico, na tentativa de localizar as glândulas comprometidas e abreviar a duração da cirurgia; na nossa casuística, no entanto, a maioria dos exames solicitados com esta indicação resulta negativa. Comparamos os níveis séricos de cálcio e PTH nos pacientes com cintilografia das paratiróides positiva, com aqueles dos pacientes com cintilografia negativa, a fim de tentar definir níveis com índice maior de positividade na cintilografia. Foram estudados retrospectivamente 74 pacientes consecutivos submetidos à cintilografia das paratiróides. Avaliou-se a utilização dos valores mais baixos de PTH (79pg/mL) e cálcio (10mg/dL) registrados no grupo com cintilografia positiva como referência para a indicação do exame. No grupo total de pacientes...

‣ Cintilografia de perfusão miocárdica em pacientes diabeticos tipo 2 com dor torácica atípica

Andrade,Luis J.O.; Cruz,Thomaz R.P.; Daltro,Carla; Soares,Filemon J.; França,Caroline S.; Sampaio,Ana P.Q.; Vigário,Adriano O.; Lobão,Luiz J.
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2004 Português
Relevância na Pesquisa
37.591582%
Foram avaliados através de cintilografia miocárdica de perfusão, 67 pacientes com diabetes tipo 2 (DM2) com dor torácica atípica e com eletrocardiograma de repouso normal ou com alterações inespecíficas da repolarização ventricular, com o objetivo de se verificar a prevalência de alterações miocárdicas isquêmicas. A idade média ± DP dos pacientes foi de 63,5 ± 9 anos. Vinte e um (31,3%) homens e 46 (68,7%) mulheres. Grande parte da amostra (62,7%) apresentou exame normal, enquanto em 37,3% a cintilografia apresentou-se positiva para isquemia. O teste ergométrico foi realizado em 91% (n = 61) e em 31,1% foi positivo para isquemia. A concordância entre a cintilografia miocárdica e o teste ergométrico mostrou baixa correlação entre os dois testes (Kappa = 0,49; P = 0,0001). Concluímos que a cintilografia de perfusão miocárdica comprovou-se de elevado valor clínico na avaliação e diagnóstico da doença coronariana em pacientes com DM2 com dor precordial atípica.

‣ Correlação entre volume tireoidiano determinado pelo método de ultrassonografia versus cintilografia e sua implicação em cálculos dosimétricos na terapia com radioiodo na doença de Graves

Vieira,Lucas de Oliveira; Kubo,Rodrigo; Sapienza,Marcelo Tatit; Willegaignon,José; Chammas,Maria Cristina; Coura-Filho,George Barberio; Ono,Carla Rachel; Watanabe,Tomoco; Sado,Heitor Naoki; Buchpiguel,Carlos Alberto
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.591582%
INTRODUÇÃO: A doença de Graves (DG) é a causa mais comum de hipertireoidismo e, entre as abordagens terapêuticas mais utilizadas para o tratamento do hipertireoidismo por doença de Graves, encontram-se a cirurgia, o uso de drogas antitireoidianas e a radioiodoterapia. No cálculo dosimétrico para determinação da dose de radioiodo a ser utilizada, é possível empregar a ultrassonografia e a cintilografia para avaliar o volume tireoidiano. OBJETIVO: O presente estudo visa correlacionar essas metodologias com ênfase no volume obtido e nas implicações dosimétricas. SUJEITOS E MÉTODOS: Foram incluídos no estudo 103 pacientes com diagnóstico de DG encaminhados para radioiodoterapia. Esses foram submetidos à ultrassonografia da tireoide e à cintilografia tireoidiana, com cálculo de volume pela cintilografia baseado na fórmula de Allen. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Observou-se boa correlação entre os dois métodos, porém com massa estimada pela cintilografia sistematicamente maior que a estimada pela ultrassonografia, o que pode acarretar em menor estimativa de dose absorvida quando utilizado o método cintilográfico.

‣ Cintilografia renal com ácido dimercaptossuccínico marcado com tecnécio no diagnóstico da pielonefrite na infância: estudo de 17 casos

Guidoni,Eliana B.M.; Maroni,Marilia M.S.; Mimica,Igor M.; Toporovski,Julio
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2001 Português
Relevância na Pesquisa
37.591582%
OBJETIVO: a infecção do trato urinário é uma das doenças bacterianas mais freqüentes em pediatria. O envolvimento infeccioso renal (pielonefrite) pode evoluir com formação de cicatriz renal irreversível com conseqüente perda funcional e dano renal progressivo. Estudos recentes sugerem que até 50-60% das cicatrizes renais poderiam ser evitadas ou atenuadas com o diagnóstico precoce da pielonefrite. O objetivo deste estudo é determinar se a presença de alterações na cintilografia renal com DMSA na fase aguda da infecção urinária pode ser indicadora de pielonefrite. MÉTODOS: empregamos a técnica de washout em 17 meninas portadoras de infecção urinária como padrão-ouro na localização do sítio da infecção. Todas as crianças realizaram cintilografia renal com DMSA na fase aguda da infecção. Os resultados foram analisados pelo teste do qui-quadrado ou de Fisher. RESULTADOS: a cintilografia renal com DMSA detectou alterações em todos os cinco casos de pielonefrite diagnosticados pelo washout sugerindo envolvimento renal. Observamos também que apenas uma das crianças com cistite (total = 12 casos) apresentava alterações ao DMSA. Portanto, a sensibilidade e especificidade deste estudo com DMSA na fase aguda da infecção foi de 100% e 92% respectivamente no diagnóstico da pielonefrite. CONCLUSÕES: a cintilografia renal com DMSA mostrou-se método sensível no diagnóstico da pielonefrite aguda em crianças.

‣ Indicação de cintilografia de perfusão do miocárdio para a detecção de doença arterial coronariana, baseada em evidências ergométricas e clínico-epidemiológicas

Duarte,Paulo Schiavom; Mastrocolla,Luiz Eduardo; Sampaio,Célia Regina E. P. S.; Rossi,João Manoel; Smanio,Paola Emanuela; Martins,Luiz Roberto Fernandes; Pereira,Júlio César Rodrigues
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2006 Português
Relevância na Pesquisa
37.65479%
OBJETIVO: Avaliar quando se devem realizar exames de cintilografia de perfusão do miocárdio (CPM), baseando-se em informações objetivas obtidas do teste ergométrico e da análise dos fatores clínico-epidemiológicos para doença arterial coronária (DAC). MÉTODOS: Foram submetidos a CPM 2.100 pacientes que foram classificados segundo o resultado da cintilografia, do escore de Duke e de escore clínico-epidemiológico, baseado em Framingham. Os pacientes com cintilografia positiva foram acompanhados a fim de definir se os resultados eram verdadeiros positivos. Foram utilizadas receiver operating characteristic (ROC) curvas para definir a eficiência e os melhores pontos de corte dos escores de Duke e clínico-epidemiológico, na seleção dos pacientes que deveriam ser submetidos a cintilografia. RESULTADOS: Observou-se que, restringindo a solicitação da cintilografia a pacientes com escore de Duke abaixo de 7,5 e/ou escore clínico-epidemiológico acima de 4, deixaríamos de realizar cerca de 50% dos exames com riscos mínimos de perda de diagnóstico. CONCLUSÃO: A utilização do escore de Duke e de escore clínico-epidemiológico para orientar a solicitação da CPM pode diminuir expressivamente o número de exames desnecessários.

‣ Cintilografia para detecção de comprometimento miocárdico na forma indeterminada da doença de Chagas

Abuhid,Ivana Moura; Pedroso,Enio Roberto Pietra; Rezende,Nilton Alves de
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.591582%
FUNDAMENTO: Métodos cardiológicos não invasivos têm sido utilizados na identificação de comprometimento miocárdico na doença de Chagas. OBJETIVO: Verificar se a cintilografia miocárdica de perfusão em repouso e esforço é capaz de identificar comprometimento miocárdico precoce na forma indeterminada da doença de Chagas. MÉTODOS: Dezoito pacientes portadores da forma indeterminada da doença de Chagas e igual número de controles normais, pareados pelo sexo e idade, foram submetidos a cintilografia miocárdica de repouso e esforço com sestamibi-99mTc com o objetivo de detectar lesões cardíacas precoces. RESULTADOS: Os resultados não mostraram defeitos de perfusão ou da função ventricular nos pacientes na fase indeterminada da doença de Chagas e nos controles normais, exceto em um paciente que apresentou sinais de disfunção ventricular na análise funcional na cintilografia miocárdica de perfusão sincronizada com o eletrocardiograma (ECG). CONCLUSÃO: Os resultados deste estudo, em que pese o pequeno número de pacientes, mostraram que a cintilografia miocárdica de repouso e esforço com sestamibi-99mTc não é um método eficaz para detectar precocemente alterações miocárdicas na forma indeterminada da doença de Chagas.

‣ A cintilografia óssea como exame complementar no diagnóstico da necrose avascular de sesamoide

Barral,Carlyle Marques; Félix,Arnóbio Moreira; Magalhães,Leonardo Neuenschwander; Carvalho,Luciana Araújo; Machado,Fernando Santana
Fonte: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.591582%
OBJETIVO: Este estudo objetiva apresentar sete casos de necrose avascular de sesamoide e relatar o papel da cintilografia óssea no diagnóstico desses pacientes. MÉTODOS: Sete pacientes com suspeita clínica de necrose avascular de sesamoide submetidos a cintilografia óssea trifásica com 30mCi de MDP-99mTc. RESULTADOS: A maioria dos pacientes eram adultos jovens, do sexo feminino, com queixas de dor limitante em antepé, que faziam uso de calçados inadequados e/ou apresentavam relato de trauma associado ou não à fratura. Não houve predileção por um dos pés ou entre sesamoides tibial ou femoral. Dois (28,57%) pacientes apresentavam sesamoides tibiais bipartidos e um (14,29%) apresentava bipartição de sesamoides tibial e fibular. Em 100% dos pacientes a cintilografia óssea trifásica, associada a outros métodos propedêuticos, mostrou-se fundamental para o diagnóstico. A conduta inicial em todos os casos foi conservadora. Nos quatro casos (57,14%) em que não houve remissão dos sintomas, excisão cirúrgica do tecido sesamoideo necrotizado foi realizada. Em todos os pacientes a terapia utilizada se mostrou eficaz, havendo completa remissão dos sintomas sem complicações ou deformidades do antepé. CONCLUSÕES: A cintilografia óssea trifásica torna-se angular na propedêutica da necrose avascular do sesamoide...

‣ Avaliação de atividade inflamatória na osteomielite crônica. Contribuição da cintilografia com anticorpos policlonais

Sapienza,M.T.; Hironaka,F.; Lima,A.L.L.M.; Yamaga,L.Y.I; Hamada,E.; Watanabe,T.; Costa,P.A.; Buchpiguel,C.A.
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2000 Português
Relevância na Pesquisa
37.65479%
OBJETIVO: O diagnóstico de osteomielite crônica em atividade ou sobreposta a outras patologias é difícil, pois estas situações mascaram os achados radiológicos de infecção. A especificidade da cintilografia do esqueleto ou com gálio-67 também é reduzida pela influência da remodelação óssea na captação destes radiofármacos. Anticorpos policlonais marcados com tecnécio-99m (Tc-99m-IgG) apresentam captação independente do metabolismo ósseo, sendo um dos radiofármacos em investigação para avaliação mais específica de infecção. CASUÍSTICA E MÉTODO: Neste estudo comparou-se a cintilografia com Tc-99m-IgG, cintilografia óssea trifásica e cintilografia com gálio-67 no diagnóstico da osteomielite crônica em atividade em 23 segmentos ósseos; correlacionando-as com dados clínico-laboratoriais e radiológicos. RESULTADOS: Oito dos 23 segmentos foram classificados como infectados, 11 não infectados e quatro inconclusivos. A sensibilidade e especificidade encontradas para cintilografia óssea, com gálio-67 e com Tc-99m-IgG foram, respectivamente, 88 e 36%, 75 e 73%, 88 e 82%. CONCLUSÃO: Os resultados sugerem que a Tc-99m-IgG possa ser utilizada no diagnóstico da osteomielite crônica em atividade.

‣ Acurácia do protocolo em rampa na detecção de isquemia miocárdica quando comparado à cintilografia

Macedo Junior, Aluisio Roberto Andrade
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.704258%
A doença arterial coronariana (DAC) permanece como maior causa de morte, incapacidade e perda econômica em países desenvolvidos, com cenário semelhante em muitas regiões do nosso país. O teste de esforço (TE) é um dos primeiros exames sugeridos quando se pensa em investigar um paciente com suspeita de ter DAC. Essa pesquisa objetiva estudar o valor diagnóstico do TE para detecção da isquemia miocárdica, utilizando o protocolo em rampa (PR) durante o esforço e a cintilografia miocárdica como padrão ouro, tendo em mente a hipótese de que o PR possui acurácia semelhante a outros protocolos. O manuscrito consiste de um artigo de revisão intitulado: ´´O valor diagnóstico do teste ergométrico na avaliação da isquemia miocárdica, o protocolo em rampa e a cintilografia``, onde se faz uma narração dos principais aspectos sobre isquemia, acurácia do TE, protocolos utilizados, características do PR e importância da cintilografia miocárdica. Foi redigido também um artigo original com título ´´Acurácia do protocolo em rampa na detecção de isquemia miocárdica quando comparado à cintilografia``, descrevendo-se o estudo em detalhes. Cento e noventa exames foram elegíveis para o estudo, sendo retirados de um banco de dados de uma clínica de medicina nuclear...

‣ Efeito da osteotomia intertrocantérica no femur proximal de coelhos: avaliação com utra-sonografia power Doppler e cintilografia; Effect of intertrochanteric osteotomy on the proximal femur of rabbits: assessment with power Doppler sonography and scintigraphy

Doria, Andrea S.; Cunha, Fabiano G.; Modena, Marcelo; Rodrigues, Consuelo Junqueira; Garcez, Alexandre Teles; Godoy Junior, Rui de; Bolliger Neto, Raul; Melo, Ivani Bortoleti; Buchpiguel, Carlos; Molnar, Laszlo J.; Guarniero, Roberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
37.65479%
OBJETIVO: Regeneração em casos de lesão óssea resulta em aumento da vascularização local e remodelamento da medula óssea adjacente. A caracterização imagenológica de padrões vasculares e metabólicos no fêmur proximal após uma osteotomia intertrocantérica pode auxiliar ortopedistas a decidirem qual a terapêutica mais apropriada. O objetivo deste estudo foi avaliar as alterações temporais observadas por ultra-sonografia Doppler e cintilografia no fêmur proximal após a realização de uma osteotomia intertrocantérica; e comparar achados imagenológicos e histomorfométricos no estágio pós-operatório tardio (6 semanas após a cirurgia) num modelo animal de lesão óssea. MATERIAIS AND MÉTODOS: Ambos os quadris de 12 coelhos adultos foram examinados por ultra-sonografia power Doppler e cintilografia antes e após (7 dias e 6 semanas) uma osteotomia unilateral. A acurácia dos métodos de imagem foi avaliada usando-se o status operatório dos quadris and os resultados histomorfométricos (área vascular fracional e número de vasos/unidade de área) como medidas de referência. RESULTADOS: Uma diferença significativa foi observada entre o número médio de pixels presentes no fêmur proximal operado e não-operado ao exame de power Doppler obtido no estágio pós-operatório tardio (P=0.049). Embora ser atingir significância estatística...

‣ Comparação entre a razão de viabilidade subendocárdica obtida por tonometria de aplanação e alterações de perfusão miocárdica pela cintilografia; Comparison between the subendocardial viability ratio obtained by applanation tonometry and myocardial perfusion defects by scintigraphy

Marques, Francisco Eberth Marinho; Hong, Valéria Costa; Giorgi, Maria Clementina Pinto; Bortolotto, Luiz Aparecido
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 23/10/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.744028%
Introdução: Estudos recentes correlacionam índices obtidos por análise do contorno da onda de pulso pela tonometria de aplanação com fatores de risco cardiovascular, rigidez arterial e aterosclerose. Destes índices, a razão de viabilidade subendocárdica (RVSE), obtida pela razão da área diastólica e a área sistólica da onda de pulso, é considerada uma estimativa de perfusão coronariana. No entanto, não há estudo da correlação da RVSE com provas de perfusão, como a cintilografia. Métodos: Foram avaliados 52 pacientes com indicação de cintilografia de perfusão miocárdica para avaliação de suspeita de doença coronariana, dos quais foram obtidas as medidas de tonometria de aplanação pelo aparelho SphygmoCor®. Após a coleta dos dados, foi realizada a análise estatística para avaliar correlações entre os índices tonométricos e os achados cintilográficos. Resultados: O exame de cintilografia de perfusão miocárdica revelou alteração em 23 indivíduos (44,2%), sendo mais frequente em homens e naqueles com mais de 4 fatores de risco associados. A RVSE foi estatisticamente semelhante nos pacientes com (162,4±22,7%) ou sem alteração (164,7±32,2%) na cintilografia de perfusão miocárdica, mesmo considerando apenas as alterações isquêmicas transitórias. Os demais índices obtidos pela tonometria também não mostraram diferença entre os grupos com ou sem alteração na cintilografia. Conclusões: Em pacientes com suspeita de doença arterial coronariana observou-se mais alterações de perfusão na cintilografia miocárdica em homens e em pacientes com múltiplos fatores de risco. A RVSE assim como os demais índices obtidos pela análise da onda de pulso não se correlacionaram com alterações de perfusão miocárdica da cintilografia.; ABSTRACT: Introduction: Recent research correlates indices acquired by pulse wave analysis with cardiovascular risk factors...