Página 2 dos resultados de 2060 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

‣ Frequency of subclinical thyroid dysfunction and risk factors for cardiovascular disease among women at a workplace; Frequência das doenças subclínicas da tireóide e de fatores de risco para doença cardiovascular em mulheres em um local de trabalho

DIAZ-OLMOS, Rodrigo; NOGUEIRA, Antônio-Carlos; PENALVA, Daniele Queirós Fucciolo; LOTUFO, Paulo Andrade; BENSEÑOR, Isabela Martins
Fonte: Associação Paulista de Medicina - APM Publicador: Associação Paulista de Medicina - APM
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
57.934873%
CONTEXT AND OBJECTIVE: Subclinical thyroid dysfunction is very common in clinical practice and there is some evidence that it may be associated with cardiovascular disease. The aim here was to evaluate the frequencies of subclinical thyroid disease and risk factors for cardiovascular disease among women at a workplace, and to evaluate the association between subclinical thyroid disease and cardiovascular risk factors among them. DESIGN AND SETTING: Cross-sectional study on 314 women aged 40 years or over who were working at Universidade de São Paulo (USP). METHODS: All the women answered a questionnaire on sociodemographic characteristics and risk factors for cardiovascular disease and the Rose angina questionnaire. Anthropometric variables were measured and blood samples were analyzed for blood glucose, total cholesterol and fractions, high-sensitivity C-reactive protein, thyroid-stimulating hormone (TSH), free thyroxine (free-T4) and anti-thyroperoxidase antibodies (anti-TPO). RESULTS: The frequencies of subclinical hypothyroidism and hyperthyroidism were, respectively, 7.3% and 5.1%. Women with subclinical thyroid disease presented higher levels of anti-TPO than did women with normal thyroid function (P = 0.01). There were no differences in sociodemographic factors and cardiovascular risk factors according to thyroid function status...

‣ "Estado nutricional e risco de doença cardiovascular de mulheres no climatério atendidas em um ambulatório da cidade de São Paulo" ; Nutritional status and cardiovascular risk assessment of climateric women attended on an out-patient clinic of São Paulo, Brazil.

França, Ana Paula
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2003 Português
Relevância na Pesquisa
67.514854%
Objetivo: Avaliar o estado nutricional e o risco de doença cardiovascular (DCV) de mulheres no climatério. Metodologia: Estudo transversal, cuja população foi composta por 200 mulheres de 35 a 65 anos, agrupadas de acordo com a fase do climatério: pré-menopausa (PRÉ), perimenopausa (PERI) e pós-menopausa (PÓS). As mulheres do grupo PÓS foram divididas em dois grupos: sem terapia de reposição hormonal (S/TRH) e com TRH oral por no mínimo 12 meses (C/TRH). O estado nutricional foi avaliado segundo o índice de massa corporal (IMC) e o percentual de gordura corporal (%GC); o risco de DCV foi avaliado segundo a relação cintura/quadril (RCQ). O nível de significância utilizado nas análises foi alfa=5%. Resultados: A prevalência de pré-obesidade + obesidade, segundo o IMC, foi 65,4% (PRÉ), 70,9% (PERI) e 67,4% (PÓS), porém não houve diferença significativa entre os grupos. Comparado ao grupo C/TRH, houve maior proporção de mulheres obesas no grupo S/TRH (p=0,04), 21,4% e 48,4%, respectivamente. O %GC revelou sobrepeso e obesidade em 50,7% (PRÉ), 66,7% (PERI) e 57,4% (PÓS); 67,7% (S/TRH) e 54,8% (C/TRH) – essas diferenças não foram estatisticamente significativas. O risco de DCV foi considerado alto e muito alto para a maioria das mulheres: 90...

‣ Prevalência de doença periodontal e estratificação do risco cardiovascular de Framingham e PROCAM de pacientes do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia; Prevalence Study of periodontal disease and cardiovascular disease stratification risk in Dante Pazzanese Cardiology Institute

Silva, Leopoldo Penteado Nucci da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
57.93934%
Este estudo teve por objetivo avaliar a prevalência de doença periodontal e risco de doença cardiovascular estratificado pelos métodos de Framingham e PROCAM em uma amostra de sujeitos do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia. Trata-se de um estudo de prevalência com 56 sujeitos do gênero masculino de 45 a 70 anos dos Ambulatórios de Coronariopatia e Cardiologia do Esporte que aceitaram participar voluntariamente e tiveram os dados coletados da anamnese, do exame clínico global e periodontal e de análises laboratoriais. Os parâmetros clínicos periodontais foram: Registro Periodontal Simplificado (PSR), Índice Comunitário de Necessidades de Tratamento Periodontal (CPITN), Índice de Placa (IP), Índice de sangramento sulcular à sondagem (IS), Profundidade de Sondagem (PS), nível de inserção clínica periodontal (NIC) e Retração Gengival (RG). Avaliaram-se também na anamnese e no exame clínico global a idade, etnia, escolaridade, estado civil, hábitos alimentares, pressão arterial pulsátil, índice de massa corpórea (IMC), tabagismo, histórico familiar de cardiopatias, atividade física semanal e presença de doenças sistêmicas. Na avaliação laboratorial analisamos Glicemia, Triglicérides, Lipoproteína de Alta (HDL) e Baixa (LDL) Densidade...

‣ Influência de programas de prevenção da doença cardiovascular na concepção e prática de docentes em escolas públicas de ensino fundamental do ciclo II; The influence of cardiovascular disease prevention programs in the conception and practices of teachers from public elementary schools of cicle II

Bortolozzo, Maria Silvia Sanchez
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
57.74112%
Trata-se de investigação qualitativa para conhecer a Concepção e Prática de Docentes, da cidade de São Paulo, sob a Influência de Programas de Prevenção da Doença Cardiovascular. Foram comparados grupos de professores que passaram pela formação e outros que não passaram, para verificar o que sabiam e como ensinavam o tema transversal saúde, quanto aos fatores de risco à doença cardiovascular, nos aspectos, alimentação, sedentarismo, tabagismo e uso do álcool. A entrevista como diagnóstico inicial demonstrou que existiam professores receptivos a participações inovadoras e outros resistentes a mudanças de qualquer natureza. O grupo focal confirmou esse resultado, pois, mesmo não tendo participado dos Programas, um número significativo de professores destacou-se como inovador e preocupado com as questões de saúde. A vantagem desta técnica sobre a anterior é ter permitido evidenciar na reflexão conjunta, os professores que passaram pela formação demonstraram avanço nas formas de intervenção em relação à prática de saúde em sala de aula e em todos os espaços escolares. A análise documental reforçou os resultados e identificou obstáculos internos e externos apresentados pelos professores. Os dois grupos apresentaram diferentes níveis de informações conceituais e de práticas em prevenção de doenças crônico-degenerativas...

‣ Terapia hormonal : efeitos sobre marcadores de risco para doença cardiovascular em mulheres pós-menopáusicas com diabete melito tipo 2

Lago, Suzana Cardona
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
57.702246%
O climatério afeta significativamente a vida de milhares de mulheres ao redor do mundo. A evolução do conhecimento em relação à segurança das opções medicamentosas utilizadas para manejo de seus sintomas se faz essencial no atual momento. A terapia hormonal usando estrógeno e progestágeno (TEP) tem sido amplamente prescrita para o manejo dos sintomas climatéricos. O uso da TEP foi recomendado no passado também com o objetivo de prevenção de doença cardiovascular. Porém, ensaios clínicos randomizados recentes falharam em comprovar os benefícios cardiovasculares do regime de TEP mais comumente utilizado (EEC 0.625mg + AMP 2.5mg /dia), tendo também sugerido que este regime está associado a significativo aumento de risco cardiovascular. A doença cardiovascular é a principal causa de mortalidade em países ditos desenvolvidos e em desenvolvimento, como o Brasil. Atualmente, mulheres brasileiras com faixa etária entre 50-59 anos apresentam taxa de mortalidade por DCV de 36%, aumentando este percentual gradativamente nas décadas que se seguem (60-69 anos = 40%, ≥70 anos = 46%). A população de mulheres pós-menopáusicas com Diabete Melito Tipo 2 (DM2) também vem crescendo significativamente em todo o mundo. O Brasil é um dos 10 países do mundo que apresentará o maior número de pessoas com diagnóstico de DM em 2025. A maioria desta população será de mulheres...

‣ Síndrome de apneia obstrutiva do sono e risco cardiovascular

Domingues, Nuno Manuel Monteiro
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
57.754526%
A doença cardiovascular é uma das principais causas de mortalidade no mundo. Vários aspectos contribuem para a génese da aterosclerose e suas complicações clínicas como: tabagismo, níveis elevados de colesterol de lipoproteína de baixa densidade, baixos níveis de colesterol de lipoproteína de alta densidade, diabetes, hipertensão arterial, história familiar, obesidade, sedentarismo e ingestão de álcool. Além desses factores tem sido observado recentemente um aumento da taxa de mortalidade cardiovascular em doentes com Síndrome de Apneia Obstrutiva do Sono. Existe uma evidência entre a Síndrome de Apneia Obstrutiva do Sono e as doenças cardiovasculares, nomeadamente hipertensão arterial, doença cardíaca isquémica, acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca, fibrilhação auricular e morte súbita cardíaca. A patogénese da doença cardiovascular na Síndrome de Apneia Obstrutiva do Sono não está completamente esclarecida, mas provavelmente existe uma multiplicidade de factores, envolvendo uma série de mecanismos diversos, incluindo a hiperactividade do sistema nervoso simpático, a activação das vias inflamatórias, a disfunção endotelial, as alterações da coagulação, a disfunção metabólica e por fim a resistência à insulina e a alteração do metabolismo lipídico. Estudos efectuados em grande escala...

‣ Doença cardiovascular no diabetes mellitus: análise dos fatores de risco clássicos e não-clássicos

Siqueira,Antonela F.A.; Almeida-Pititto,Bianca de; Ferreira,Sandra R.G.
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2007 Português
Relevância na Pesquisa
67.5319%
A doença cardiovascular (DCV), incluindo a doença arterial coronariana (DAC), acidente vascular cerebral (AVC) e doença arterial periférica (DAP), é importante causa de morte em populações, especialmente na diabética. Indivíduos diabéticos apresentam risco aumentado de 3 a 4 vezes de sofrer evento cardiovascular e o dobro do risco de morrer deste evento quando comparados à população geral. Tem havido declínio na mortalidade por DCV, porém a queda nas mortes por DAC em portadores de diabetes tem sido bastante inferior à de não-diabéticos. Vários fatores presentes no diabetes favorecem a maior ocorrência de DCV, como a hiperglicemia, a resistência à insulina, além de fatores de risco clássicos e não-clássicos (hipertensão arterial sistêmica, dislipidemia, obesidade, estado inflamatório subclínico e outros). É possível que o potencial aterogênico da obesidade decorra em parte da produção aumentada de citocinas pelos adipócitos. Devido à marcante associação entre diabetes e DCV, e prognóstico desfavorável após um evento, é importante identificar quais são os indivíduos de mais alto risco e como rastreá-los. A American Heart Association e a American Diabetes Association recomendam estratificação do risco de pacientes sintomáticos por testes diagnósticos. O desafio está em identificar pacientes diabéticos assintomáticos que se beneficiariam de testes diagnósticos para detecção precoce de DCV...

‣ Análise crítica das recomendações da Associação Americana de Diabetes para doença cardiovascular no diabetes melito

Santos,Ana Luiza Teixeira dos; Weiss,Tanara; Duarte,Camila Kümmel; Azevedo,Mirela J.de; Zelmanovitz,Themis
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2009 Português
Relevância na Pesquisa
67.29463%
A doença cardiovascular (DCV) é a principal causa de mortalidade em pacientes com diabetes melito (DM), sendo essencial a intervenção dietética no manejo dessa complicação. O objetivo deste manuscrito foi revisar as evidências científicas que fundamentam as recomendações dietéticas da American Diabetes Association (ADA) para prevenção e tratamento da DCV nos pacientes com DM. As diretrizes da ADA baseiam-se, em sua maioria, em estudos com pacientes com DCV, porém sem DM. Nos pacientes com DM, um aumento na ingestão de peixe e de fibras solúveis são as recomendações dietéticas com benefício comprovado. Embora o DM possa ser considerado um equivalente de DCV estabelecida, a adoção das recomendações dietéticas de pacientes sem DM e com DCV para todos pacientes com DM é questionável - em especial quando são consideradas as peculiaridades da DCV no DM. Ensaios clínicos aleatorizados em pacientes com DM deverão fundamentar melhor os benefícios das intervenções dietéticas sobre a DCV.

‣ Avaliação dos efeitos a curto prazo de programas de conscientização e de terapia com pravastatina em indivíduos de alto risco para doença cardiovascular provenientes de consultórios particulares

Santos,Raul D.; Nascimento,Luiz O. do; Maranhão,Raul C.
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/1997 Português
Relevância na Pesquisa
67.29463%
OBJETIVO: Avaliar a eficácia de programas de conscientização (PC) sobre o controle de fatores de risco (FR) para doença cardiovascular (DCV). MÉTODOS: Pacientes hipercolesterolêmicos de alto risco para DCV foram divididos em 2 grupos durante 16 semanas. O grupo A (n=417, 54,3±10,0 anos, 55% homens) recebeu orientação verbal e escrita sobre controle de FR, e o grupo B (n=180, 54,4±10,9 anos, 45% homens) apenas orientação verbal. Todos os participantes receberam 10mg/dia de pravastatina por 12 semanas. Avaliaram-se o peso, pressão arterial, o colesterol total (CT) e frações, triglicérides, índices I e II de Castelli (CT/HDL-C e LDL-C/HDL-C) e escores de Framingham. RESULTADOS: No basal, A diferiu de B no HDL-C (40,0±11,0 vs 43,0±11,0mg/dl, p=0,013) e no índice I (8,2±3,0 vs 7,6±2,3, p=0,008). Após 16 semanas as variações % foram maiores em A do que B no CT (-28,0 vs -25,0, p<0,05), LDL-C (-29,0 vs -27,6, p<0,05), HDL-C (+13,7 vs. + 10,8, p<0,05) e índice I (-39,0 vs -33,0; p<0,05). A pravastatina potencializou os efeitos da dieta sobre os lípides. CONCLUSÃO: O PC parece ser mais eficaz a curto prazo, em reduzir os FR para DCV do que a orientação apenas verbal.

‣ Desnutrição, inflamação e outros fatores de risco para doença cardiovascular em pacientes sob diálise peritoneal

Gusmão,Maria Helena Lima; Almeida,Alessandra Fortes; Michelle,Lia Santa Isabel; Moreira,Mayara Nogueira; Campos,Sara Ribeiro; Pereira,Luis José Cardoso; Medeiros,Jairza Maria Barreto
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
67.590713%
OBJETIVO: Identificar a ocorrência de desnutrição, inflamação e outros fatores de risco para doença cardiovascular em pacientes sob diálise peritoneal. MÉTODOS: Estudo transversal, envolvendo 61 pacientes em duas unidades de diálise em Salvador (BA). O estado nutricional foi avaliado por meio da Avaliação Subjetiva Global. Realizou-se a dosagem de proteína C reativa ultrassensível para determinar inflamação. Foram estudados fatores de risco tradicionais para doença cardiovascular, como gênero, idade, etilismo, tabagismo, sedentarismo, hipertensão, diabetes, dislipidemia e hábitos alimentares e fatores não tradicionais, como alterações no metabolismo de cálcio, fósforo e anemia. RESULTADOS: Nessa população, 36,0% dos pacientes encontravam-se desnutridos e 49,2% com processo inflamatório. Desnutrição e inflamação foram evidenciadas em 21,3% dos pacientes. O grupo de pacientes desnutridos apresentou níveis maiores de proteína C reativa ultrassensível do que o de pacientes com bom estado nutricional (p=0,04). A elevada ocorrência dos outros fatores risco para doença cardiovascular também foi observada na população. CONCLUSÃO: A desnutrição ainda é frequente nos pacientes sob diálise peritoneal...

‣ Mortalidade da população em idade ativa (PIA) por doença cardiovascular e câncer nas capitais e nas regiões metropolitanas brasileiras: associação com indicadores socioeconômicos

França, Mardone Cavalcante
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
67.471143%
Universidade Estadual do Rio Grande do Norte; Analisa-se a relação da mortalidade entre doença cardiovascular e câncer e indicadores socioeconômicos, tomando como base a população de 10 a 64 anos. Inicialmente, as hipóteses foram relacionadas à renda absoluta e à desigualdade de renda. Em seguida, foi feito o confronto entre desigualdade de renda e educacional. Trata-se de um estudo ecológico de corte transversal, tendo o ano 2000 como referência. Considerou-se como unidades de observação as regiões metropolitanas e as capitais brasileiras. Utilizou-se a média de óbitos do triênio 1999-2001 - extraídos do DATASUS/SIM e dados populacionais do Censo Demográfico de 2000, do IBGE. Empregou-se a técnica de regressão linear múltipla, adotando-se como variáveis dependentes os seguintes indicadores de mortalidade: Esperança de Vida ao Nascer (EVN), Taxas de Mortalidade Padronizadas para Doença Cardiovascular (TMPDC) e Taxas de Mortalidade Padronizadas para o Câncer (TMPC). As variáveis independentes foram o Log (PIB per capita), a Renda Familiar per capita (RFPC), o Índice de Gini, a Razão de Desigualdade de Renda (RDR) e a Razão de Desigualdade Educacional (RDE). Os resultados mostraram que o PIB per capita e a Renda Familiar per capita foram significativos...

‣ Doença cardiovascular em mulheres com histórico de pré-eclâmpsia e seguimento no sistema único de saúde

Silva, Maria de Lourdes Costa da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
57.74112%
The aim of the present study was to analyze cardiovascular risk of women with a history of preeclampsia, as well as its follow-upin the National Health System.This is a cross-sectional quantitative research conducted at the Januário Cicco Maternity School. The study population was composed of 573 women selected from a databank belonging to the Women s Health Research Group of the Gynecology Department at Universidade Federal do Rio Grande do Norte, with a history of preeclampsia, and normotensives who gave birth at this institution five years before. The final sample consisted of 147 women, 64 in the group with a history of PE and 83 normotensives. Data were collected on a questionnaire containing the following: sociodemographic aspects, anthropometric measures, life habits, personal and family history of pregnancy-induced hypertension, family history of cardiovascular diseases and frequency of measuring current blood pressure levels. In relation to the association between cardiovascular risk and altered blood pressure (≥130x85 mmHg), the likelihood of exhibiting the latter condition was significantly higher in women with a history of preeclampsia (CI 95% 4.12-38.92), the overweight and obese (CI 95% 1.70-20.75)...

‣ Relação entre a doença periodontal e doença cardiovascular: há uma preocupação por parte dos que fazem clínica médica e odontológica na cidade de Natal?

Maia, Alexandre Pinto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Odontologia; Odontologia Preventiva e Social; Periodontia e Prótese Dentária Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Odontologia; Odontologia Preventiva e Social; Periodontia e Prótese Dentária
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
57.844146%
The relationship between periodontal and cardiovascular diseases is a reality in the current days. The knowledge about the role of periodontal disease as a risk factor to cardiovascular disease from dentistry and physicians is very important to try to eliminate this risk factor. The aim of this work was to investigate, using a questionary, if physicians and dentistry are aware about this relationship and if they think that it is important. These forms were distributed in 4 groups: cardiologists (n=90), physicians from other specialist (POS) (n=110), periodontists (n=35) and dentistry from other specialist (DOE) (n=85). We had a loss off 32,4% of the total sample due to a lack of response of some professionals. Our results showed that all cardiologists, all dentists and 68,2% of POE said that they had gotten information about the relationship between periodontal and cardiovascular disease, and just 6 POS don t believe that this relationship can occur. When questioned if, even when a periodontal disease is diagnosed, there is a habit to treat or orient the patient for treatment, 29,5% of cardiologists answered no, 25,5% of POE also answered that they did not orient and only 1 DOE answered that he did not treat nor orient. All periodontists said that treat their patients when periodontal disease was identify. The physicians seem not to find important the relationship that exist between periodontal and cardiovascular diseases and the dentistry have shown a good knowledge about this subject. Maybe...

‣ Prevenção secundária da doença cardiovascular: importância da consulta de enfermagem na adesão à terapêutica farmacológica

Simões, Isabel Maria Henriques
Fonte: Unidade de Investigação em Ciências da Saúde: Enfermagem. ESEnfC Publicador: Unidade de Investigação em Ciências da Saúde: Enfermagem. ESEnfC
Tipo: Outros
Publicado em 01/06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
67.44026%
As doenças cardiovasculares (DCV) são a mais importante causa de mortalidade em Portugal, sendo uma área de intervenção que deve ser considerada prioritária. Uma vez instalada a DCV, continua a ser imperioso o controlo dos fatores de risco cardiovascular assim como a adesão à terapêutica, pois na prática verifica-se que os doentes frequentemente mantêm comportamentos de risco cardiovascular. Evidencia-se a pertinência do acompanhamento de enfermagem para fomentar um estilo de vida saudável e a adesão ao regime terapêutico proposto. O objetivo geral desta investigação é analisar os efeitos de um programa de prevenção secundária da doença cardiovascular, nos doentes a quem foi diagnosticada Síndrome Coronária Aguda (SCA); e o objectivo específico é analisar as diferenças entre os diferentes momentos do programa de ensino sobre a adesão à terapêutica farmacológica. Realizou-se um estudo experimental antes e após com grupo testemunho, randomizado, de âmbito quantitativo. Os sujeitos foram distribuídos aleatoriamente pelos grupos experimental (GE) e de controlo (GC) e a avaliação foi efetuada duas vezes: no início, antes da introdução da variável independente e no final, após a introdução da variável independente. Os sujeitos do GE foram ainda sujeitos a uma avaliação intermédia. O GE foi acompanhado ao longo de seis meses...

‣ Prevenção secundária da doença cardiovascular: importância da consulta de enfermagem na adesão à terapêutica farmacológica

Reveles, Anaísa Ferreira; Simões, Isabel Maria Henriques
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 05/06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
67.44026%
Introdução As doenças cardiovasculares (DCV) são a mais importante causa de mortalidade em Portugal, sendo uma área de intervenção que deve ser considerada prioritária. Uma vez instalada a DCV, continua a ser imperioso o controlo dos fatores de risco cardiovascular assim como a adesão à terapêutica, pois na prática verifica-se que os doentes frequentemente mantêm comportamentos de risco cardiovascular. Evidencia-se a pertinência do acompanhamento de enfermagem para fomentar um estilo de vida saudável e a adesão ao regime terapêutico proposto. Objectivos O objetivo geral deste trabalho é analisar os efeitos de um programa de prevenção secundária da doença cardiovascular, nos doentes a quem foi diagnosticada Síndrome Coronária Aguda (SCA); e o objectivo específico é analisar as diferenças entre os diferentes momentos do programa de ensino sobre a adesão à terapêutica farmacológica. Metodologia Realizou-se um estudo experimental antes e após com grupo testemunho, randomizado, de âmbito quantitativo. Os sujeitos foram distribuídos aleatoriamente pelos grupos experimental (GE) e de controlo (GC) e a avaliação foi efetuada duas vezes: no início, antes da introdução da variável independente e no final...

‣ Periodontal disease and C-reactive protein : association with cardiovascular risk; Doença periodontal e proteína C-reativa : associação com risco de doença cardiovascular

Guimarães, Maria do Carmo Machado; Carneiro, Valéria Martins de Araújo; La Roque, Priscyla de; Alencar, D'angela Marise Gomes de; Raulino, Fernanda Franco; Costa, Ana Maria; Amorim, Rivadávio Fernandes Batista
Fonte: Curso de Odontologia da Universidade Católica de Brasília Publicador: Curso de Odontologia da Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
57.83027%
Cardiovascular disease is the main cause of death in the contemporary western world and traditional risk factors do not completely explain its development. Plausible mechanisms have been proposed to explain the relationship between periodontal disease and cardiovascular disease, since both diseases present complex etiological factors, combining genetic and environmental influences. Several studies indicate that cell and molecular components of inflammatory and immunological events due to periodontal infection may contribute to develop cardiovascular disease. Among these components, C-reactive protein, an important acute phase reagent with pro-inflammatory properties, whose levels are high in periodontal infection and also a significant indicator of atherosclerosis may explain in part the association between periodontitis and cardiovascular disease. This protein and some other components of periodontal infection involved in this possible association are discussed in this revision of the literature. __________________________________________________________________________________________________________ RESUMO; A doença cardiovascular constitui a principal causa de morte no mundo ocidental contemporâneo e fatores de risco tradicionais não explicam completamente o seu desenvolvimento. Mecanismos plausíveis têm sido propostos para explicar a relação entre doença periodontal e doença cardiovascular...

‣ Prova de esforço e factores de risco cardiovascular: um estudo piloto

Costa, Sara
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
57.66648%
As doenças cardiovasculares (DCV’s) são a maior causa de mortalidade e morbilidade em Portugal. O seu elevado impacto passa pelo desconhecimento, sub-diagnóstico, elevada prevalência e descontrolo dos seus principais factores de risco (clássicos e novos marcadores bioquímicos). Para o diagnóstico de uma das vertentes da doença cardiovascular, a doença cardíaca isquémica, a prova de esforço (PE) é o exame não invasivo, de baixo custo, com reduzida taxa de complicações e de fácil execução, mais usado na clínica. O objectivo deste estudo é averiguar se existe relação entre a prova de esforço, os factores de risco cardiovascular (FR’s) e alguns dos seus marcadores bioquímicos. Com vista a alcançar objectivo realizou-se um estudo prospectivo, longitudinal e descritivo, na Esferasaúde (Maia), entre Janeiro e Maio de 2011. Foram recolhidos dados, por inquérito, referentes a: biografia, antropometria, FR’s, medicação, PE e análises clínicas. Tendo sido incluídos todos os indivíduos (idade ≥ 18 anos) que tenham realizado prova de esforço e análises na unidade citada e com diferença temporal máxima de 2 meses, pelo método de amostragem dirigida e intencional. A dimensão amostral situou-se nos 30 elementos...

‣ Síndrome de apneia obstrutiva do sono e risco cardiovascular

Domingues, Nuno Manuel Monteiro
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
57.754526%
A doença cardiovascular é uma das principais causas de mortalidade no mundo. Vários aspectos contribuem para a génese da aterosclerose e suas complicações clínicas como: tabagismo, níveis elevados de colesterol de lipoproteína de baixa densidade, baixos níveis de colesterol de lipoproteína de alta densidade, diabetes, hipertensão arterial, história familiar, obesidade, sedentarismo e ingestão de álcool. Além desses factores tem sido observado recentemente um aumento da taxa de mortalidade cardiovascular em doentes com Síndrome de Apneia Obstrutiva do Sono. Existe uma evidência entre a Síndrome de Apneia Obstrutiva do Sono e as doenças cardiovasculares, nomeadamente hipertensão arterial, doença cardíaca isquémica, acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca, fibrilhação auricular e morte súbita cardíaca. A patogénese da doença cardiovascular na Síndrome de Apneia Obstrutiva do Sono não está completamente esclarecida, mas provavelmente existe uma multiplicidade de factores, envolvendo uma série de mecanismos diversos, incluindo a hiperactividade do sistema nervoso simpático, a activação das vias inflamatórias, a disfunção endotelial, as alterações da coagulação, a disfunção metabólica e por fim a resistência à insulina e a alteração do metabolismo lipídico. Estudos efectuados em grande escala...

‣ La adherencia al autocuidado en personas con enfermedad cardiovascular: abordaje desde el Modelo de Orem; Adherence to Self-Care among Persons with Cardiovascular Disease: An Approach Based on the Orem Model of Nursing; A aderência ao autocuidado em pessoas com doença cardiovascular: uma abordagem a partir do modelo de Orem

Olivella Fernandez, Madeleine Cecilia; Bastidas Sánchez, Clara Victoria; Castiblanco Amaya, Myriam Angelica
Fonte: Aquichan Publicador: Aquichan
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
57.66648%
Objetivo: el presente artículo constituye una actualización del papel fundamental de los profesionales de enfermería en el cuidado de las personas con enfermedad crónica de origen cardiovascular. Método: se abordan dos aspectos importantes: la adherencia y el autocuidado. Esta revisión pretende trascender la visión biomédica con que se originó la concepción de adherencia terapéutica por una mirada integradora del autocuidado. Resultados: se aclara el significado del autocuidado al presentar una desviación de la salud como un sistema integrador que permite al enfermo ser competente en su autocuidado —desde el diagnóstico y durante toda la trayectoria de la enfermedad—, permitiéndole aplicar el conocimiento relevante o significativo brindado por los prestadores de salud, y que es necesario para mantenerse estable. Conclusiones: se presenta la complejidad del autocuidado desde el quehacer de enfermería, abordando el Modelo de Orem que constituye un aporte disciplinar importante y una opción de vida para la persona que padece enfermedad cardiovascular.; Objective: The following article constitutes an update on the fundamental role of nursing professionals in providing care to persons suffering from a chronic illness of cardiovascular origin. Method: Two important aspects are addressed: adherence and self-care. The aim of this review is to go beyond the biomedical vision that gave rise to the concept of therapeutic adherence and to move towards a more comprehensive idea of self-care. Results: The meaning of self-care is clarified by presenting health as an integrating system that affords the patient competence for his/her own care-beginning with diagnosis and continuing throughout the entire course of the illness by allowing the patient to apply relevant or significant knowledge that is supplied by health care providers and necessary to keep the patient stable. Conclusions: The complexity of self-care is examined in light of the work of nursing...

‣ Presença de hiper-homocisteinemia em pacientes portadores de três fatores de risco para doença cardiovascular: hipertensão, tabagismo e histórico familiar

Rosini,Nilton; Rosini,Andreza Diegoli; Mousse,Donaida Maria; Rovaris,Maria de Lourdes; Machado,Marcos José
Fonte: Acta bioquímica clínica latinoamericana Publicador: Acta bioquímica clínica latinoamericana
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
67.590713%
A hiper-homocisteinemia é um fator de risco independente para desenvolvimento de doença cardiovascular e na presença de outros fatores de risco (FR) poderá acarretar em risco adicional para o surgimento do evento. Foram realizadas dosagens séricas de homocisteína e creatinina em 146 pacientes (51 homens e 95 mulheres) cadastrados no programa HIPERDIA/MS sendo todos portadores de três FR associados: hipertensão, tabagismo e histórico familiar para doença cardiovascular. A média geral foi de 14,48 µmol/L ± 5,98 (15,38 µmol/L ± 6,77 e 13,99 µmol/L ± 5,48, homens e mulheres respectivamente). A hiper-homocisteinemia esteve presente em 34,90% (39,20% e 32,60%, homens e mulheres respectivamente), de acordo com o intervalo de referência entre 5 - 15 µmol/L. Entretanto, segundo recomendações da DACH-LIGA Homocysteine, valores entre 12 - 30 µmol/L são considerados como moderada hiper-homocisteinemia. O estudo revelou que 60,30% (70,60% e 54,70%, homens e mulheres respectivamente) estavam acima de 12 µmol/L. Na avaliação do estudo, a dosagem de homocisteína sérica deve ser realizada em pacientes cadastrados no programa HIPERDIA/MS, pois além de hipertensos e/ou diabéticos, a presença de hiper-homocisteinemia pode ser um risco adicional para o desenvolvimento de doença cardiovascular.